Em voga

Pra quê serve a Carteira de Estudante?

25.06.19

Nem todo mundo sabe mas quem é estudante tem um direito garantido por lei. É o direito à meia entrada! Ele é garantido pela chamada carteira de estudante que é oficial e que surgiu depois de muita luta do movimento estudantil das entidades nacionais UNE, UBES e ANPG

Você deve estar lembrando daquela carteirinha que a sua escola ou faculdade te deu e prometeu que com ela você teria acesso à meia-entrada. Certo? Errado. Ao menos para o fato de que essa carteirinha “personalizada” da sua instituição de ensino tem nenhum valor dependendo da ocasião.

Pode ser até que alguns cinemas façam vista grossa e aceitem qualquer plástico como “carteira de estudante”. Porém a maioria dos locais promotores de eventos – como cinemas por exemplo – contam com um sistema oficial nacional para consulta da sua carteira de estudante. E adivinha qual carteira eles vão cobrar de você? Sim, a carteira de estudante, a oficial, emitida pela DNE.

Eventos de grande porte como, shows internacionais, jogos de futebol e festivais aceitam apenas a carteira de estudante para te conceder o benefício. Está duvidando? Então clique aqui e veja o Rock in Rio exigindo que o estudante use exclusivamente a carteira para comprar meia-entrada:

“Os estudantes que pretendam fazer jus ao benefício devem apresentar a Carteira de Identificação Estudantil – CIE, documento que comprova a condição de estudante regularmente matriculado nos níveis e modalidades previstos no item “b” supra, conforme modelo único nacionalmente padronizado (para maiores informações acesse www.documentodoestudante.com.br)”

A carteira de estudante DNE é padronizada para o Brasil inteiro e é válida em todo território nacional.

Mas todo estudante tem direito a Carteira UNE?

Bom vamos lá, a lei da meia-entrada – que criou a CIE e regulamentou o benefício a nível nacional – diz o seguinte:

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes)

Todo estudante regularmente matriculado; ou seja, do ensino fundamental, médio/ técnico, graduação e pós graduação, bem como supletivo e cursos de especialização.

Como fazer a Carteira de Estudante

É mais rápido e simples do que você pode imaginar, isso sem contar no preço, que foi pensado para caber no bolso do estudante. Para ter sua meia entrada garantida você paga apenas uma vez 35 reais pela sua carteira de estudante. Todo o processo é feito pela internet, através do site Documento do Estudante. Basta para tanto, se cadastrar com e-mail e senha ou com sua conta Facebook e seguir os passos. Sua carteira chegará na sua casa em pouco tempo!

Quais documentos preciso para fazer minha Carteira de Estudante?

Por se tratar de um documento você precisa de itens que comprovem sua identidade e sua condição de estudante, sendo eles:

  • 01 foto de rosto recente digitalizada;
  • 01 documento de identificação como RG, CNH, RNE ou passaporte;
  • 01 comprovante de matrícula no ano vigente.

Obs: No caso do comprovante de matrícula também é aceita a declaração de escolaridade fornecida pela sua instituição de ensino. Ou ainda, o boleto da mensalidade do ano atual.

Tendo tudo pronto é só fazer o upload desses arquivos no site Documento do Estudante. Para digitalizar seus documentos, basta escaneá-los ou tirar uma foto com a câmera do seu próprio celular. Bem fácil, não é? 

Quais são os passos para ter minha Carteira de Estudante?

  • Cadastro online: crie uma conta no site Documento do Estudante ou entre direto com seu Facebook;
  • Pagamento: você paga apenas uma vez R$ 35,00 + frete (calculado de acordo com o CEP);
  • Acompanhamento: depois de feito o pagamento e já logado no site, você faz o upload do comprovante de escolaridade e documento pessoal. Depois, na aba “detalhes de entrega” você tem acesso aos dados referente à entrega. Assim você já se programa para quando sua carteira chegar ir correndo para seus eventos preferidos;
  • Entrega: geralmente, você recebe sua carteira, em 10 dias úteis após aprovação do pagamento;
  • Validação: após desbloquear seu documento no site, ele tem validade até o dia 31/março do ano seguinte da emissão. Validade de acordo com o artigo 6 da lei da meia-entrada: “A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.”

Como utilizar a Carteira de Estudante Provisória

O documento provisório pode ser impresso no site e é válido por 30 dias corridos até que o documento definitivo chegue. Logo após desbloquear sua carteirinha oficial, o documento provisório se torna inválido. Caso em 30 dias a sua carteira de estudante oficial não tiver chegado você pode imprimir novamente um provisório e seguir usando.

A melancolia dos dias úmidos e seus recomeços
Como aceitar seu corpo? Venci autoestima baixa, transtorno de imagem e bulimia
Como fazer a menstruação atrasada descer rápido.
Arte

Diferentes produtos com incríveis trabalhos artísticos para você ter em casa

11.06.19

É difícil definir o que é arte, pois, o que para algumas pessoas pode significar apenas alguns rabiscos, para outras é uma expressão da alma do artista que merece “aplausos”.
O fato é que, atualmente, com o acesso às informações que possuímos, ficou mais fácil encontrar verdadeiras obras de arte, e, muitas delas, nos objetos mais inusitados.
Para matar a sua curiosidade, confira a lista que fizemos abaixo com alguns trabalhos artísticos incríveis que você pode ter na sua casa.

Muito mais que um simples jogo de tabuleiro

Com o tempo, os jogos de tabuleiro foram ficando um pouco esquecidos, afinal, atualmente existem inúmeras formas de se divertir na Internet. Através do poker online, por exemplo, os usuários iniciantes tem a oportunidade de jogar gratuitamente, para que possam se familiarizar com o jogo, e ainda ganham um bônus que é altamente vantajoso.
Mas as coisas têm mudado, e aos poucos, diversos jogos de tabuleiros tem voltado a ficar em voga, como é o caso do Dixit, que já ganhou inúmeros prêmios e é um dos maiores sucessos da atualidade nessa área.

Você deve estar se perguntando então aonde é que está o trabalho artístico neste jogo?

Isso acontece porque ele é formado por cartas, e cada uma delas tem desenhos incríveis, e ao mesmo tempo intrigantes. A ideia do jogo consiste em descrever de forma inteligente a imagem, sem entregar “de cara” o que está vendo, nem falar de forma muito sucinta sobre ela.

Lindos desenhos botânicos para você ter em casa

Uma designer e ilustradora que tem surpreendido a muitas pessoas nos últimos anos com suas lindas ilustrações é a brasileira Marcella Briotto. A temática das suas obras reflete a busca do equilíbrio pelo material, espiritual e a natureza.
A última coleção lançada por ela, chamada “Sete Ervas”, traz ilustrações de plantas em madeira, e busca retratar o equilíbrio que estes elementos trazem para a vida das pessoas.
Os diferentes quadros da artista costumam fazer muito sucesso nas redes sociais, e trazem mais vida ao ambiente de qualquer casa ou apartamento.

Cartões postais com bordado

Uma das artistas italianas mais conhecidas atualmente é Francesca Cramer, que realiza intervenções com linha e agulha em cartões postais antigos. Assim, ela busca dar uma textura diferente a esses materiais, e faz com que as pessoas adquiram um novo olhar sobre eles.
Como a maioria dos cartões postais nos quais ela faz as intervenções com o bordado são em preto e branco, o que acaba acontecendo é que as cores das linhas utilizadas dão uma nova vida para os cartões postais, transformando-os em peças únicas.
Mas não é só nos cartões postais que esse trabalho é realizado, pois ela tem expandido as intervenções para gravuras e fotografias.

Portanto, a arte pode se manifestar das mais diferentes formas, seja através de um jogo de tabuleiro, de quadros ou de cartões postais com linhas bordadas coloridas. Seja da forma que for, a verdade é que ter objetos como esses no dia a dia é benéfico para o seu bem-estar, e ainda pode ajudar a aguçar a sua criatividade.

Papelaria, decoração e muita positividade com a artista e sonhadora Amanda Mol
Da confeitaria para o atelier, conheça os acessórios em biscuit de Bruna Nóbrega do “Arte Vira Lata”
Fofurices de papelaria do Estúdio Anzol
Outros

Dicas de como usar vestidos

28.05.19

Ah os vestidos! Quem ama não vive sem e até mesmo aqueles que deixam ele lá no fundinho do guarda roupa, vira e mexe sente aquela perturbação mental em usá-lo. Eu sou dessas. Passo semanas apenas usando calças até que um belo dia acordo com uma reunião, uma saída com amigas ou até mesmo um date. E quem que me aparece na mente? Claro, os vestidos!

Faça chuva, sol, frio ou calor. O vestido é sempre requisitado e tem para todos os gostos. Agora no outono você pode apostar em vestidos junto de meias calças, cachecóis, boinas, chapéus, luvas e compor um look quentinho e muito estiloso. Para essa época os melhores vestidos são os de inverno, com gola alta, ou de um tecido mais grossinho.

Mas se você quer aproveitar um vestido primavera/verão você pode! Experimente colocar um suéter por baixo ou, caso te pareça muito excêntrico, uma blusa básica de mangas longas. Cintos grandes também são perfeitos para demarcar curvas. Cintos mais fininhos, por sua vez, ficam lindos em vestidos lisos, como um preto longo por exemplo. Some a ele um cardigan e pronto! Visual bonito e confortável.

Esses modelos são da Zaful e você pode comprar aqui

Vestidos para Outono
6 coisas que você deve saber antes da sua primeira tatuagem
Vestido artesanal de gatinhos | Compre de Quem Faz
Outros

Vestidos para Outono

28.05.19

Ah o que dizer do outono! Aquela época do ano em que os tons terrosos dominam, que as pessoas se vestem das cores das folhas caídas e do céu frio. Talvez não te pareca um cenário exatamente propício para se usar um vestido. Mas deixa eu te dar umas sugestões e mudar esse seu pensamento

Casaco Trench Coat como vestido

Este casaco surgiu em Londres, durante a I Guerra Mundial, como forma de proteção aos soldados contra a chuva, o frio e outras adversidades. Hoje o trench coat aparece como uma peca chave e indispensável no guarda roupa. Ele pode ser usado com saia curta e salto, legging, calca jeans, shorts e por que não, como vestido!

Para essa opção escolha o modelo mais clássico de trench coat, que é o bege com botoes marrons ou pretos, na altura dos joelhos e com cinto no quadril. Para usar como vestido basta fechar os botões, afivelar o cinto e, para não passar frio, arrematar o look com uma meia calca. Se você for mais clássica uma meia preta ou uma cinza já deixam o seu visual elegante e completo. Mas se você gostar de ousar, uma meia calca colorida ou mesmo com estampas deixam o look mais despojado e alegre. Você pode encontrar o seu clássico trench coat na Zaful neste link aqui.

Vestidos românticos no inverno

Você deve conhecer a matéria aqui do blog Onde Comprar Vestidos Fofinhos e Vintage onde listei lojas maravilhosas e escolhidas a dedo para que você encontre os vestidos mais únicos e maravilindjos desse Brasil!

Mas você deve estar se perguntando como podemos enfrentar o frio com esses vestidos. E a resposta e muito simples! Meia calca, cachecol e chapéus. Alias meias calcas são uma companheira constante no inverno – que também pode ser bem útil para esquentar as pernas ate mesmo quando você usar calca ou mesmo saia longa.

Quanto ao cachecol caso você ainda não tenha muitos, opte por cores que combinem com muitas peças como e o caso de preto, marrom e ate mesmo vinho caso seja o seu estilo. Agora no caso de chapéus eu tenho um artigo aqui no blog exclusivo sobre o assunto – Onde Comprar Chapéus

Vestido Xadrez no inverno

Nada me soa mais outonal e romântico no estilo do que vestido xadrez e boina vermelha. Ainda mais se for um xadrez com tons mais escuros e acompanhado de uma meia-calça preta. Junte ao look uma bota na mesma palheta de cores e você consegue aproveitar até mesmo um vestido mais de verão – com cores mais claras e primaveris – nessa época mais fria.

Na foto abaixo eu juntei uma saia xadrez estilo college com uma blusa básica de mangas cumpridas e gola alta. E falando em gola alta ela tem sido minha fiel companheira pois esquenta a região da nuca – onde o cabelo aqueceria caso eu ainda tivesse as madeixas longas hehe.

Dicas de como usar vestidos
6 coisas que você deve saber antes da sua primeira tatuagem
Vestido artesanal de gatinhos | Compre de Quem Faz
Outros

6 coisas que você deve saber antes da sua primeira tatuagem

22.02.19

A primeira tatuagem gera muitas dúvidas. Como cuidar da tatuagem? Como funciona a cicatrização? Quanto dói uma tatuagem? Como escolher o local do corpo, o desenho e o tatuador? São esses e mais alguns questionamentos que vou te explicar nesse artigo. Vamos lá ter respostas às suas perguntas?

Como escolher o desenho e o tatuador?

Se você está pensando em tatuar já deve ter em mente algum desenho que queira imortalizar na sua pele ou ao menos algum tema/elemento. Eu por exemplo sabia que queria tatuar a minha cachorrinha Belinha. Ela morreu em 2018 mas há muitos anos eu já pensava nisso e inclusive tinha planos de fazer uma seção de fotos com ela – pena que não deu tempo.

Tendo em mente o elemento que eu queria na pele (minha cachorrinha, que é uma poodle) eu fui procurar no Google referências. Procurei “tatuagem cachorro poodle pinterest” ou apenas “tatuagem de poodle” Mas apesar de ter me dado ideias nenhum dos resultados era bem o que eu queria. Tinha muito cachorrinho em estilo de desenho e eu queria algo mais realista mas que ficasse perfeito.

Ai fui procurando por “tatuagem realista cachorro” e vi que era possível o que eu queria. Fiz a mesma busca no Instagram mas dessa vez com hashtags como #poodletattoo #dogtattoo #tatuagemcachorro e passeando pelas outras tags recomendadas.

Como encontrar um bom tatuador?

Eu sempre procuro tatuadores dessa forma no Instagram, ou seja, através das hashtags, mas também vendo outras contas relacionadas ou que foram marcadas entre os tatuadores – que pelo que entendi se conhecem bem hehe.

Encontrei um estúdio só de mulheres o @sampatattoo e lá encontrei a tatuadora @samanthatattoo (que já apareceu aqui em outra matéria no blog e que irei tatuar com ela assim que puder) .

E enfim encontrei a minha a @gabileilek – não lembro exatamente como cheguei até ela mas acho que foi pelo SampaTattoo e ai passei a acompanhar o trabalho dela. Vi que ela tinha o estilo que eu queria e poderia fazer o que eu vinha sonhando.

Então primeiro é importante encontrar um artista que faça o estilo que você quer e que já tenha trabalhos similares. Seguir ele no Instagram é uma boa para poder ver os trabalhos mais recentes e ir pegando confiança.

Quanto custa tatuar?

Como nada é tão simples quanto parece eu ainda demorei bastante pra finalmente fazer um contato com a Gabi. Primeiro porque eu queria pagar minha primeira tatuagem com meu dinheiro (já que a minha família é bem contra tattoos) e segundo porque ainda precisava daquela palavrinha, como é mesmo? Ah sim: coragem. Então esperei estar trabalhando para guardar dinheiro, não ter mais desculpas, e ir!

Agora aviso: não queira economizar pelo amor da deusa! Uma tatuagem vai estar com você pro resto da sua vida e não vai sair (para remover é muito mais caro e doloroso) então por favor pense muito antes, pesquisar e NÃO SEJA MESQUINHO. Sério. Tatuagem é um investimento pra vida no seu corpo e na sua aparência então sem economias, okay?

Se ainda não tem o valor cobrado pelo seu profissional então espere mais um pouco até ter e poder fazer com o artista que você se encantou.

Está gostando do conteúdo? Me apoie se inscrevendo no meu canal ou conhecendo o portal mágico de conselhos e desabafos diários, meu insta @samira_omg

Como marcar a seção?

Cada profissional pode ter uma forma diferente de trabalhar e marcar as seções. Com a Gabi eu preenchi um formulário que ela linkou no Instagram. Nesse formulário tinha tudo explicado sobre a forma de trabalho dela (como reserva de dia por exemplo) e vários campos pra preencher com fotos de referência sobre a tatuagem, se eu queria tatuagem de pet ou outra, qual o tamanho mais ou menos, se era só a carinha do animal ou ele inteiro, enfim, ela precisa entender o que você quer para montar um orçamento.

Poucos dias depois ela me respondeu com preços, horários e dias disponíveis. Para reservar o horário e dia eu paguei 100,00 – que foi abatido do valor total da tattoo – e que serve para o profissional ter certeza que você vai comparecer e ele não vai perder tempo.

Eu também tinha a opção de pagar o valor da tattoo por banco (com acréscimo de 10% sobre o valor) ou em dinheiro (sem nenhum acréscimo). No dia da tatuagem eu tirei o dinheiro na hora do almoço para pagar a Gabi.

Como foi o dia da primeira tatuagem

Eu estava fazendo uma contagem regressiva desde que marcamos. A cada e-mail que trocamos eu já dava uns pulinhos de alegria. Afinal foram anos querendo muito essa tatuagem e finalmente estava acontecendo! Na semana de tatuar eu mal dormia de ansiedade. Um dia antes então eu já estava nas nuvens.

Convide um amigo de sua confiança pra te acompanhar. Será melhor ainda se ele já é tatuado pois vai poder te ajudar com eventuais dúvidas e saberá exatamente como você está se sentindo. Eu convidei minha amiga Marina pra ir comigo. Ela já tem varias tatuagens e eu confio muito nela – afinal é minha amiga né haha .

Também é legal levar alguém ainda mais se for em um local em que você não consegue olhar – nas costas por exemplo – porque ai você se sente mais seguro quanto ao que está acontecendo na sua pele.

No vídeo que está aqui no artigo tem mais detalhes sobre tudo o que senti nesse dia e como lidei com isso tudo.

A Mari foi essencial pra me ajudar com meus nervos e com a dorzinha. Em suma eu apertei horrores as mãos da coitada e apesar de muito feliz em tatuar também estava um pouco insegura – como acontece com tudo que a gente faz pela primeira vez

Nós chegamos no estúdio da Gabi um pouco antes. Assim que entramos estava no computador da Gabi uma montagem do que seria minha tatuagem (eu pedi que acrescentasse girassóis à tatuagem e fiz até um rabisco do que eu queria, que foi mandado por e-mail previamente). No photoshop ela montou duas opções pra tatuagem e conversamos sobre ela. Eu pude dar outras sugestões sobre onde ficaria cada flor e ela foi mudando pra eu ver como ficaria.

Confie no seu profissional. Em um momento eu tive uma ideia sobre as flores que, depois que ela me mostrou eu vi que não ficaria bom e ela também. O tatuador já faz isso há anos e sabe melhor sobre design, sobre cores que ficarão melhor no seu tom de pele, sobre organização dos elementos da tattoo…

Então confie nele mas não deixe de expor suas ideias e testar o que você tem ideia que ficará bom. A intenção é que você esteja 100% segura do desenho que ficará na sua pele.

Depois de tudo resolvido ela imprimiu o desenho e foi fazer o decalque (aquele roxinho onde a tatuagem ficará) e com algumas linhas que, pelo que entendi, servem de guia pra ela. A minha tatuagem é feita mais olhando e copiando da foto para que todos os detalhes sejam muito fiéis e fique tudo real. Isso me surpreendeu muito porque ficou exatamente igual à foto que peguei de referência pra Belinha.

Como cuida da tatuagem?

Você pode pensar que os cuidados com a sua tattoo são dispensáveis, e é ai que você se engana. Se você não cuidar a tatuagem pode ficar manchada, pode não cicatrizar corretamente e ficar muito feia. Lembre-se que a tatuagem é como um machucado na pele e para que esse machucado cicatrize direitinho você precisa de cuidados.

Logo que ela terminou ela limpou a tinta que ficou pra fora pele, passou uma pomadinha para aliviar a ardência e envolveu a área da tatuagem com  aqueles plásticos transparentes próprios pra isso. Fiquei com o plastico por umas horas e depois fui trocando e colocando aqueles transparentes que a gente tem na cozinha. Nas primeiras horas mal molhei o braço com medo de prejudicar a tatuagem.

É interessante que em menos de duas semanas a tatuagem já tinha criado casquinha e saído. Nesse momento a gente não pode ficar puxando as pelinhas que saem da tatuagem e muito menos coçar. Porque pode atrapalhar a deposição de tinta no local e até mesmo infeccionar – já que por mais que a gente lave as mãos as unhas não são um local extremamente livre de bactérias não é?

Depois que a tatuagem cicatrizou ela ainda precisa de cuidados!

Tatuagem completamente cicatrizada? Você deve estar pensando que acabou os cuidados não é mesmo? Nada disso, agora você deve tomar cuidado com o sol e com a hidratação da sua tattoo. Eu por exemplo sempre que saio durante um sol forte e deixo a tatuagem exposta, passo um protetor solar fator 60 antes de sair de casa. No trabalho já deixo um creme hidratante na mesa e passo de uma a duas vezes por dia ou sempre que vejo que a pele está ficando ressecada.

Quando mais hidratada e bem cuidada a pele mais bonita a tatuagem fica. E é fato que as cores que ficam no primeiro dia sofrem algumas alterações e acabam escurecendo um pouco. Ainda mais por isso é importante manter a área tatuada protegida do sol e bem hidratada.

Agora você ja sabe todos os cuidados que precisa ter com a sua tattoo! Mas eu também quero saber, o que você pretende tatuar?

Beijos de luz!

Dicas de como usar vestidos
Vestidos para Outono
Vestido artesanal de gatinhos | Compre de Quem Faz
Página 1 de 33
12345... 33››