Outros

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR

25.01.17

Não adianta, São Paulo é bem diferente do interior – e eu senti cada diferença muito bem quando me mudei pra lá. Tem coisas que só tem em SP, algumas que pra mim eram enormes absurdos. Confira as 15 maiores diferenças (na minha opinião) entre a Terra da Garoa e o interiorzão.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR

 

  • Esquerda livre? Que?

Na primeira vez que andei de metrô e uma colega me ensinou a me movimentar por lá eu achei tudo muito louco – como assim só posso andar pela direita? Aqui no interior não tem esse negócio não, vai todo mundo pro mesmo lado e se bobear vai um em cima do outro mesmo.15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR

  • Bobeou já está perdido

Aqui em Piracicaba, eu sempre digo, se eu pegar a rua tal, andar uns 2 quarteirões eu chego no lugar tal; se eu pegar a avenida X e virar 2 quadras já estou em outro lugar que eu conheço. Já em SP, você andou dois passinhos longe da sua rota costumeira e nem sabe mais em que universo está. Olha pro horizonte e só vê coisa desconhecida, nunca vai poder usar aquele método “ótimo” de localização – ahh, tal rua é aquela que tem uma casa roxa na esquina, sabe?

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR
  • Tem gente que vai se oferecer pra segurar sua mochila, e isso é perfeitamente normal

Quando vi isso eu não sabia se ficava mais espantada, assustada ou contente. Acho bem interessante esse ato de solidariedade (ainda mais se a pessoa que está de pé na sua frente dentro do metrô está visivelmente cansada e precisando de ajuda) mas na ocasião que isso aconteceu comigo eu tinha acabado de ceder meu lugar pra uma moça grávida (beeem grávida, não cabia nada no colo dela além da barriga) e ela me perguntou se podia carregar minha mochila (de uns 20kg) – eu me senti super mal e ofendida porquê afinal, eu não dei meu lugar esperando algo em troca e além do mais, pobre moça já tava carregando uma criança ainda ia carregar meus tijolos da faculdade?! Também acho essa história bem louca porquê eu – pessoalmente – não gosto que gente desconhecida fique com as minhas coisas (quando roubaram meu celular parecia que tinham me roubado um pé, me senti super invadida). Mas quando são amigos e fazem essa gentileza eu acho bem legal – nesse ponto já me acostumei.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR
  • Tem/tinha grafiti em cada mísero canto

Como vocês bem sabem pelo meu Instagram eu amo grafites e acho que já fotografei todos daqui de Piracicaba (ou quase todos hehe) então imaginem minha alegria doida quando viu que em meio às pichações sem sentido também tem arte? Minha vontade sempre que saio é sair tirando foto de tudo!

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR
  • Você nunca viu tanto pedinte junto

Claro que aqui tem, infelizmente, mas a gente sabe que eles têm ajuda de igrejas e de restaurantes (pra comer). Mas em SP a população das ruas é uma coisa absurdamente louca pra mim, eu fico imensamente triste com esse fato ainda mais em saber que não temos uma garantia de que todos recebem alguma ajuda.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • O frio é uma coisa doida quando vem (e quando não vem é um sol de morrer)

Nunca vi um tempo conseguir ser tão bipolar! Nas minhas primeiras semanas eu não sabia que essa mudança na temperatura era tão brusca, então lógico que passei frio! Agora já aprendi, no mínimo um cardigã tem de estar na bolsa – mesmo que esteja um sol digno de fritar.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR
  • Na boa que tá chovendo de novo?

Outra coisa interessante quanto ao clima bipolar é: a cidade realmente faz jus ao nome “Terra da Garoa”. Quando inventa de chover chove toda hora, em um minuto tá mó sol, no outro já ta tudo inundando.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • “meu” e “mano” são constantes da fala

Pior que isso é chegar pra sogra e tratar ela por “mano” e falar “meu” pra chamar a vó – sim, eu já fiz isso. Simplesmente essas duas palavrinhas não conseguem sair da minha fala enquanto eu estou morando lá a semana toda.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • Barulho é tão normal que ninguém repara mais

Sorte minha que eu durmo como pedra – já minha avó por exemplo não sobreviveria – tem barulho a noite toda, helicóptero, avião, caminhão, gente berrando, música em plena 6 de manhã e vários outros ruídos absurdos. Pra mim isso é bem notável porque no interior em moro numa rua muito quieta mesmo – mesmo porquê só tem 3 casas na rua hehe.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • O significado de “longe” nunca foi tão absurdo

Meu amigo Gabriel sempre fala que algo é “perto” sendo que pra chegar no referido lugar é necessário andar meia hora e pegar dois ônibus. Fico realmente assustada quando ele diz que determinado lugar é “longe” pois significa que é realmente onde judas perdeu as calças.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto

foto: my dress code

  • Cê não é tartaruga pra andar com a mochila pra trás

Essa regra de mochila na frente é no transporte público (seja ele qual for) mas é sempre bom andar assim em ruas como a 25 de março… Eu nunca tinha visto isso antes de SP!

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • Tem vendedor em todo canto

Porque raios eles adoram aquelas frases toscas? Sempre tem alguém vendendo fone de ouvido na linha azul (aff). E o que dizer dos vendedores da 25 que já chegam pra cima de você? Aqui ninguém vende nada nos ônibus e na rua só tem (quando tem) uns hippies vendendo miçangas.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • Aqui a gente só tem shopping, mas em SP tem coisa pra você fazer até morrer

Restaurantes incríveis, museus, shows de graça, ruas interessantes, boates… E a gente aqui indo pro shop.

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto
  • Todo mundo tá sempre correndo e você acaba indo junto

Se você não apressa o passo vai ser esmagado e depois de tanto correr você vai começar a se apressar até quando não está com pressa (eu sempre)

15 diferenças que todo mundo sente entre São Paulo e o interioR - Blog Dezoito em Ponto

Elidio Bar
Mercado Municipal
File de frango

  • Lanche pode substituir o almoço – inclusive diarimente

Nunca ouvi tanto “ah eu como um lanche na rua”, o povo parece que tem uma certa relutância em não almoçar comida.


E você? Quais diferenças você nota entre SP e o interior? E se você gostou desse post não se esqueça de ler também: Lugares incríveis para conhecer na Avenida Paulista  e os outros posts da tag “São Paulo”

Linha Banho de Vinagre Capilar – Magic Color| Vinagre nos cabelos?!
Tatuadores incríveis para você seguir no Instagram.
Niraj Indian – Máscara Negra e Sabonete Facial Hamamelis

:D :-) :( :o 8O :? 8) :lol: :x :P :oops: :cry: :evil: :twisted: :roll: :wink: :!: :?: :idea: :arrow: :| :mrgreen:
  • Gabriela Dahmer Coitinho Em 25 . 01 . 2017

    HAHAHAHA, quando li essa do todo mundo tá sempre correndo e você acaba indo junto, lembrei de uma vez que fui andar de metrô, era horário de pico, ia esperar o próximo, pra ficar bem na frente quando chegasse, mas inevitavelmente fui empurrada para dentro do que estava parado e ainda quase saí pela porta do outro lado, fazer o que, fui nele mesmo, não tinha opção, rs. Essa de deixar a esquerda livre eu me toquei logo que entrei na escada rolante, pois percebi, mais a minha frente, que tinha pessoas quase correndo por esse lado, então entendi na hora o que significava, rs. Sobre o clima, é normal. Eu ia sempre com um casaco, pois nunca sabia o que iria enfrentar, sem contar que se tu estivesse na zona tal e fosse pra outra, o clima poderia estar o oposto. Sobre se oferecer pra segurar as coisas, quando me perguntaram fiquei com medo, juro. Era muito estranho para mim, já que onde moro as pessoas não costumam fazer isso, pensam que vão roubar ou sei lá. Testei fazer isso na cidade que morava (Campinas) e uma mulher ficou toda desconfiada, depois de poucos minutos pediu para pegar de volta. Mas o problema é que ela nem ia descer, ficou em pé na minha frente, quase morrendo carregando um monte de livros e sacolas, mas duvidou sobre minha índole, me senti muito mal, até porque eu estava uniformizada meio social, mas entendi a preocupação dela. Tudo que tu falou eu percebi também quando fui conhecendo SP, mas admito que amo essa selva de pedras.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Eita coitada de você nesse episodio de segurar as coisas, eu nem penso em fazer isso aqui em Piracicaba (Já percebeu que a gente está bem pertinho uma da outra? ♥ ) bom e coitada né, não tava acostumada, creio que nao foi nada pessoal ;) E sobre ser levada junto na multidão, achei muito engraçado haaha porém desesperador, o máximo de lotação que já enfrentei foi andar na CPTM e Gabi do céu foi uma doideira, achei que nunca mais ia sair viva de la rsrs (e olha que meu amigos paulistanos me disseram que o trem estava vazio naquele momento kkkkk ~ imagine ele cheio! Eu ia morre isso sim ahsuahsuah) toma cuidado ein? O povo atropela mesmo :( E ahh, também aprendi a amar essa cidade fofa ♥

  • Laura Nolasco Em 25 . 01 . 2017

    Adorei esse post, Samira!
    Todo mundo fala que BH é uma cidade grande com cara de roça, e cada vez concordo mais!
    Aqui é super normal cê virar uma rua e não fazer ideia mais de onde tá, todo mundo educado segura a mochila de todo mundo, tem hippie, grafiti, pedinte em tudo que é canto também. Mas em compensação, é um ovo e todo mundo conhece todo mundo e frequenta os mesmos rolês pelo menos de vez em quando. Hahahha…
    Muito bom ver esse post!
    Beijos!

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Pior que eu imagino BH como uma SP mais chique sabe? Imagino todo mundo artista (isso porque me parece que ai tem muito fotógrafo bom e escritor top) e que é um lugar bem gostosinho de morar, quero conhecer algum dia!

  • Carol Em 25 . 01 . 2017

    Adorei seu post. Eu me identifiquei bastante com ele, principalmente na questão do barulho. Eu moro em uma rua que quase não tem movimento, é um silêncio sem fim. Mas eu acredito que não trocaria o interior pela cidade, ainda mais Sp, acho um lugar muito sujo, muita poluição e aqui eu moro rodeada de árvores e ar puro.

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Nossa me esqueci desse item! O ar realmente é uma coisa que eu sinto muito (e olha que em moro nas partes mais poluídas), aqui o ar parece mais fresquinho e leve né?

  • Amanda Moresco Em 25 . 01 . 2017

    Hahahaha que legal essas diferenças! Eu só fui para SP duas vezes, então não consigui notar isso. Espero que você tenha muito sucesso na nova terrinha! Um beijo!

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Obrigada Linda! Ahhh venha mais vezes pra conhecer tudo! Vai gostar ;)

  • Alice Em 25 . 01 . 2017

    já fui para São Paulo uma vez e olha, é realmente uma cidade que não para! Moro em Minas e pretendo visitar mais SP ❤

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Adoro Minas! Pretendo ir algum dia visitar ♥

  • Alice Em 25 . 01 . 2017

    Adorei esse post, sp é uma cidade bem loca mesmo sksk sou de Minas mas adoro a agitação de sp

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Melhor coisa mesmo <3 ah e os inúmeros rolês kkkk

  • Jennifer Constantino Em 25 . 01 . 2017

    Que diferenças gritantes haha! Nunca fui para a cidade de SP, então não posso opinar, e onde moro também não é interior, mas imagino que deva ser bem diferente essa mudança de realidade mesmo.

    Gostei bastante do seu post!

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Menina, ce nem imagina! heheh onde você mora? Também tem calmaria ou é agitado tipo SP?

  • Rafaela ficher Em 25 . 01 . 2017

    Adorei o post e as diferenças citadas!
    Muitas dos tópicos me lembram bastante aqui em porto alegre hahah
    Sou doida para ir visitar são paulo, quem sabe um dia conheço mais sobre a cidade!
    Beijos.

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Sim sim! Pretendo postar aqui no blog mais dicas de passeios na Selva de Pedra, ai você já vai salvando eles pra quando vier!

  • Maiara Em 25 . 01 . 2017

    Adorei o post hahahah as diferenças são tantas, mas tanto interior como cidade grande são incríveis eu amo os dois hahahah

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Eu também! Mas sou meio bipolar então morar um pouco em cada um é muito bom, ai nunca enjoo de nenhuma! hahha

  • Lolla Em 25 . 01 . 2017

    Adorei esse post hahahahaha meu sonho de consumo era morar em São Paulo, sempre fiz vários planos pra me mudar pra essa cidade e ainda tenho essa vontade hahaha e eu tenho uma amiga que mora em São Paulo e o meu e o mano é constante no seu vocabulário hahaha

    Beijos

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    E vocçe acabou de falar “meu” hahah que divertido! Adoro essas peculiaridades da língua ♥ ah e você vai adorar SP!

  • Beatriz Stellet Em 25 . 01 . 2017

    Ahhh amei seu post! Sou luca para conhecer SP ! Uma coisa eu posso te dizer, aqui no rio também sofro com essas gírias, viu? Parece que grudam pra não sair nunca mais. Aliás, achei uma coisa muito louca isso de andar com a mochila na frente haha <3
    P.S: Seu blog é simplesmente maravilhoso!

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Nhoo obrigada linda! Oxi, vocês não andam assim ai no transporte público? Que doideiraaaa, é muito bom pra não atrapalhar o fluxo (e não ser um alvo fácil pra roubo) ceis deviam começar a adotar esse costume hehehe. E as gírias são maravilhosas né meu? ahahaha

  • Regiane Em 25 . 01 . 2017

    Hahaha sou de SP e achei mega engraçado seu post, pois cada linha que eu lia eu só conseguia pensar: Ahhh mas nem é assim hahaha…. Pior que vc está certa, SP e exatamente assim!

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Hhaahha é que você já está acostumada hehe. Eu que sou “novata” nessa vida percebo bemmm as diferenças doidas kkkk

  • Leonardo Em 25 . 01 . 2017

    Menina, uma vez eu fui passar uma semana no interior, quando minha tia se mudou pra lá, e nossa senhora. Me senti muito agitado pra cidade. Não tinha barulho, não tinha metrô, não tinha nada… Hahahahaha!
    E se tem uma coisa que me irrita é gente parada do lado esquerdo da escada rolante quando eu to com pressa. Dá vontade de fazer a Nazaré e empurrar lá de cima, hahahahahahah.
    Eu amo minha SP. ♥

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Credooo haushaus Nazaré! Mas então, aqui no interior o povo é bem calminho mesmo (menos no trânsito) e olha, já tô com uma saudade da agitação de SP!

  • Dany Em 25 . 01 . 2017

    Eu sou do interior também.
    Mas do Rio de Janeiro e me identifiquei em vários pontos.
    Bem divertido (e real) o seu post!
    Adorei!

    Dany
    Blog Breshopping da Dany
    Conheça também o Breshopping da Dany KIDS

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Que bom! Fico feliz que tenha gostado :) é são tradições de cidade grande né, ninguém escapa.

  • Ariani Martins Em 25 . 01 . 2017

    Hahaha.. aqui tudo é longe mesmo. Não importa onde você está e pra onde quer ir, vai levar 40min pra chegar, no mínimo.
    Essa coisa de me perder já nem me preocupo mais, pois em qualquer lugar tem um ponto de ônibus e sempre passa alguma linha que vai para o metrô, chegando no metrô já não me sinto tão perdida, sei voltar pra casa.

    Adorei o blog, voltarei! =*

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Pior que é verdade né? O metrô é uma delicinha eu também acho a parte mais gostosa de cidade grande (pensar que você pode conhecer qualquer canto com 1 passagem ou 2!) E obrigada pelo carinho, será uma alegria enorme ter-la sempre aqui!

  • Bianca Em 25 . 01 . 2017

    No dia que fui sozinha pra rodoviária de Sampa morri de medo de me perder, menina, usajiajisjs a cidade é maior do que parece, incrível! Eu comparo ao Rio e cara, super rs. Sobre os lanches, maior verdade! Todas as vezes que fui e fiquei na casa de uma amiga, só comi comida mesmo uma vez. ♡ xoxo, Blog B de Bia

  • Samira Em 25 . 01 . 2017

    Já senti o sotaque carioca daqui! Hhaah adorei! E simmm, a cidade é gigantona! Mas achei que o Rio também era!