Outros

18 coisas que você precisa saber antes dos 18 anos

03.03.17

Ah, a tão sonhada maioridade! Quem nunca sonhou com os gloriosos 18 anos? Quem nunca planejou mundos e fundos; sonhou, contou os dias, contou as horas e guardou cada data de aniversário, apenas esperando o maravilhoso, o esplendoroso 18 aninhos de vida? Se  você ainda está esperando então não pode perder esse post. E se você já passou dos 18 faz tempo, fica mais um pouco, e me conta se você concorda com essas 18 coisas que você precisa saber antes dos 18 anos. Se não concordar, você puxa minha orelha nos comentários, combinado?o que

  • O que  é que eu vou fazer com essa tal liberdade…

Sabe essa música? Então, essa letra já resume tudo! Sei que você pensa que vai poder sair por ai, voltar a hora que quiser em casa – sem ninguém pra pegar no seu pé ou encher a paciência. Que vai poder fazer literalmente o que quiser sem seus pais te controlarem. Bem, se você vive no Brasil, se prepara, os pais daqui são superhipermega protetores seja com um filho de 3 ou 50 anos. No meu caso, minha avó continua me controlando mesmo eu tendo 19 anos – e também não poderia ser diferente, eu dependo financeiramente dela *e você ainda deve depender dos seus pais também*. Mas ai você me diz: ah Sami, mas tudo bem, tudo beleza, eu arranjo um empreguinho… E ai temos a segunda lição que você precisa aprender (o quanto antes):procurando

  • Procurando emprego.

Esse “filme” é bem a nossa realidade. Primeiro que arranjar emprego não é fácil – principalmente no atual estado do país. Segundo, que geralmente você precisa de uma qualificação que vai além do ensino médio. E além de tudo, se você deseja estudar + trabalhar, já vai preparando a agenda ai, porque você terá horários fixos de trabalho – a não ser que você seja como eu (blogueira) e possa trabalhar de madrugada até o sol raiar e o resto do dia usar para os estudos, ai tudo bem. Caso contrário, se prepara para fazer algo que você não seja muito bom – por exemplo, ontem eu pensei que deveria achar um outro emprego para complementar, e então pensei em fazer faxina (claro, por que não Samira? Bom, porque não, porque eu mal sei limpar um chão, e só fiquei craque por causa da Jacque hehe), rodar bolsinha? Pior ainda, pelo que andei vendo tem uma máfia até no emprego mais antigo do mundo. Olhar carro? (a mesma novela). E bom, claro que eu falei tudo isso brincando né? Se eu tivesse tempo para trabalhar em mais alguma coisa estaria dando aulas particulares ou trabalhando para alguma empresa de mídias digitais mesmo.post vestidos fofos (2)

  • Vamos beber?!

Olha, sei que ninguém leva “muito a serio” essa linda lei. Afinal, existem RGs falsos, amigos grandões que entram no bar, ou amigos donos de bares. Mas se você quer estar bonitinho com a lei, vai descobrir que pode finalmente beber em paz, sem ninguém enchendo “só um dedinho pra experimentar”, ou ouvir coisas como “maneira, ein?” ou até mesmo “você é uma criança!”. Mas se prepara, bebida custa caro demais! E sem o dinheiro dos pais para contar, você vai comprar como? Já deu uma olhada no preço da Catuaba? É de virar os bolsinhos pra fora heuheu (não que eu beba, evidentemente).post vestidos fofos (3)

  • Vruummm, pisa fundo!

Tenho uma péssima noticia. Senta, respira, certifique-se de estar bem acomodado. Bem, lá vai: você não vai dirigir. Sim, é isso ai, ao menos que você tenha dinheiro sobrando – ou que seus pais tenham e não tenham que investir em alguma outra coisa mais importante – então não, você não vai dirigir. Claro que isso pode mudar, se você pedir a carta de motorista de aniversário – mas já olhou o preço dela? É de cair o queixo. E também tem outras questões, como a compra de um carro – coisa que envolve muita dor de cabeça, raiva, gastos, e quase sempre: nenhum glamour. A não ser é claro, que você possa ganhar uma Mercedes de aniversário – então belezinha, pule essa lição e vá pra próxima (ah e não se esqueça de deixar uma bonificação na minha conta).amei

  • Põe na sua cabeça que ce não sabe fazer nada

Ah Sá, mas eu sei costurar, eu sei levantar peso, eu sei fazer unha, eu sei cozinhar. Bom, corrigindo, até fazer 18 você não sabia fazer nada. Sabe por que? Porque seus país faziam tudo pra você. Eu só fui aprender a mexer no fogão direito depois que atingi a maioridade e fui morar sozinha. Só aprendi a loucura de andar de bus sozinha depois que tive que dar um jeito (já que eu não tenho carro, ceis sabem. Mas olha, to aceitando viu? Só preciso de uma cota semanal de gasusa também kkkk). Então, mantenha a mente aberta pra aprender coisas novas, aprender a viver e a se virar.bao

  • Tem documentos até falar chega

Se não me engano, um mês depois que fiz 18 anos já tratei de providenciar meus documentos, tirei carteira de trabalho (tá branquinha, viu escolas? Estou esperando por vocês!), título de eleitor e tantos outros documentos da faculdade. É interessante também que você começa a ser tratado por “senhora (o)” algo que não acontecia antes – a primeira ocorrência marcante disso foi no banco, quando tive que cadastrar a tal biometria nova hehe.guy

  • Você é um bebê ainda!

Sei que você pensa que viveu muito até aqui, afinal, você sobreviveu (ou está sobrevivendo) ao ensino médio e à escola. Você já provavelmente se apaixonou, namorou, foi à festas, encheu a cara, teve amigos, viajou e pá. Mas bom, pensa bem… Se você nem 18 anos tem ainda, você mal começou sua vida. Ainda não chorou no metrô (clássico), ainda não viu o ônibus passar reto por você enquanto você esperneava implorando pra ele parar (e chegou atrasado a algum compromisso importante por isso), ainda não sentiu aquela loucura que bate de vez em quando: eu estou construindo minha vida, cara! Qualquer deslize pode ser fatal!ir

  • Amizades terão um critério diferente.

Lembro até hoje quando um professor da escola nos disse algo mais ou menos assim: “hoje vocês tem amizade por estarem no mesmo círculo de amigos e por conviverem juntos, mas na faculdade, quando forem adultos, as amizades serão baseadas em ideologias, em ideais” esse ensinamento eu só entendi quando realmente “virei” adulta. As amizades de antes eram meio que empurradas, no meu caso não se falava muito de ideias sociais (noções de direita e esquerda eram praticamente nulas), conversas sobre identidade de gênero e afins eram desconhecidas. Mas hoje, dá pra selecionar a dedo as amizades, e evitar ao máximo aquela pessoa intolerante, preconceituosa, machista, mau caráter e tantas outas coisas.savee

  • Aceita, você pode ser preso

Se você é aquele tipo de pessoa meio rebelde, meio vidaloka, meio revoltz. Bom, se prepara, qualquer deslize você pode ir em cana, e ai não vai ter como papai nem mamãe te salvar. Ah e se você é uma pessoa normal (risos), também fique atento, tem coisas que você nem imagina e que pode resultar em cadeia – todo cuidado é pouco sim!od

  • 10º Morar Sozinho é uma Odisseia (e o Odisseu é você kkk)

Se você é daqueles que sonha em morar sozinho, ter um cantinho próprio, decorar com todo amor e carinho, prepara o bolso. Ah e leia esse post, ele já vai te preparar pra essa vida com 18 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Morar Sozinhobrega

  • 11º Estilo pra quem tem né, baby?

Se tem uma coisa que eu finalmente descobri foi o meu estilo. Na verdade, a culpa disso tudo é do meu signo de escorpião com ascendente em virgem – ou seja, bipolar né migues. Na escola, sempre foi obrigatório usar uniforme (mais que o necessário, na minha humilde opinião) e sempre que a gente é mais novo nossos pais (no meu caso vó) compra as roupas, vigiam nosso estilo, e ditam o que é sim e o que é não. O que tá bonito e o que não tá (o que na maioria das vezes não condiz com o que você julga bonito ou não) e sempre tem aquele lance “ai esse shorts tá muito curto”, “essa saia tá muito pequena” e demais mimimis. Ainda bem que a gente cresce e pode finalmente ousar (tipo, usar saia verde neon com colar de ossos – fora do carnaval) e descobrir do que a gente gosta de vestir, o que mais combina no nosso corpo, e o que comprar SIM e o que não comprar NUNCA. (tipo, no meu caso, sim pra vestidinhos fofos românticos e não pra burca).mae

  • 12º Seus pais vão te entender, bem, pelo menos um pouco

Se tem uma coisa que sempre odiei e sempre tive que fazer é: comer arroz e feijão no almoço e comer pão de manhã. Minha avó julgava essas duas práticas alimentares muito necessárias e essenciais, e eu? Bem, eu odeio comer pão sem graça (ainda mais de manhã), arroz e feijão então nem se fala (tenho agonia, só recentemente que voltei a comer, por motivos de estranha saudades). E ainda bem, minha vó entendeu isso! Respeita (reclamando, mas respeita) que eu não vou comer essas gororobas; respeitas minhas ideologias e costumes (mesmo que ela não consiga entender nem metade). Então é isso que eu sempre digo pro meu primo Daniel (9 anos): cresça e apareça.suu

  • 13º Você vai ter que falar pra você mesmo: na volta a gente compra

Ok, confesso, essa piada eu peguei do Twitter. Hehe, mas não pude evitar, ela é perfeita! E isso ilustra bastante aquela velha história do money: ele sempre vai faltar. Sempre vai ter um imenso arrombo na sua conta antes mesmo de um mês começar. E ai o que adulto faz? Senta e chora! Para isso não acontecer, leia o número 3 desse postu

  • 14º Fazer compras é uma aventura – ainda mais se você tem dinheiro

A emoção de encher o carrinho, de comprar verduras e frutas. De poder comprar salgadinhos e chocolates. E no meu caso – de ter minha avó pra fazer isso – é maravilhoso! Dá até um arrepio de emoção. Tudo bem que quando eu nasci, com 100 reais dava pra comprar metade da seção de vinhos – hoje, você compra 2 pacotes de aveia. Mas, continua sendo uma maravilha olhar pra geladeira e ver comida heuheu, agora, se você cuida dessas coisas, se prepara, faça uma lista de compras e organize seus gastos com comida (tente não ser seduzido pela coxinha da faculdade), ok?stoc

  • 15º Ou você marca suas próprias consultas ou morre

Pois é, lembra quando você reclamava de ir muito ao médico? Dizendo que 2 vezes por ano era exagero? Que exames de sangue eram desnecessários? E o que dizer de dentista então? Evidentemente uma vez a cada 5 anos é o ideal – você falava pra sua mãe. Bem, aproveite, agora você é maior de idade, precisa pegar o telefone, o número do médico e marcar consulta. Se virar nos trinta pra achar um médico que goste e que atenda pelo plano. Ou se virar no SUS pra marcar uma consulta – também é uma boa opção. Casa não deseje seguir nenhuma dessas ideias, bom, já vá juntando os centavinhos pra comprar um caixão.voo

  • 16º E o medo de levar calote?

Quem nunca sentiu um arrepio na espinha ao comprar algo pela internet e ter de passar o cartão? Quem nunca teve pesadelos achando que de uma forma fantasmagoricamente impossível, seu cartão seria clonado e todos seus centavinhos roubados? Bom, essa é outra tristeza. Você cuida do seu dinheiro agora, você cuida de tudo o que tem. É uma responsabilidade enorme – e o medo de ficar mais pobre ainda, da noite pro dia?!uo

  • 17º Você vai FINALMENTE ganhar um certo “respeito” dos seus pais

Isso caso você seja uma pessoa inteligente e sensata. Se eles te pedirem opinião sobre os gastos familiares, ajudas com assuntos importantes e se mostrarem disponíveis para ouvir suas ideias – então parabéns, você virou um adulto de verdade!ol

  • 18º Basta acreditar

Pessoalmente, eu sempre acreditei na lenda dos 18 anos. Sempre soube que minha vida mudaria por completo, e quem me acompanha bonitinho aqui no blog, sabe como ela mudou. Mas sabe também que tudo foi fruto do meu esforço e dedicação de anos, e foi muito Deus também, que foi me colocando pessoas certas no caminho e que foi colocando até mesmo pedras em seus devidos lugares – para que eu parasse e aprendesse com a vida mais uma vez. O blog, a faculdade, o sonho de morar fora, todos foram conseguidos graças ao meu esforço, fé, e à minha família. Eu sempre quis ter a minha vida, ser livre, escrever minha história, e sinto que aqui no Blog é isso que eu faço! Não importa se eu dependo da minha família – eles são muito importantes para mim. Não importa se eu ainda não tenho condições de me manter 100% (mesmo isso sendo uma meta e um sonho), o que importa é que eu consegui! Então se você acredita que fazer 18 anos vai te levar a algum lugar, então vá em frente! Comece a trabalhar nisso para que seus 18 aninhos sejam realmente, algo memorável – assim como foram os meus.

Esse é o segundo post da tag 18 Coisas, então se você gostou desse post, vai amar esse aqui: 18 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Morar Sozinho
Carta de Hogwarts DIY – Como Envelhecer Papel
Finalmente uma heroína para nos representar: Mulher Maravilha
Presentes de Última Hora pra Você – VOCÊ MESMO – que “Esqueceu” do Dia dos Namorados

:D :-) :( :o 8O :? 8) :lol: :x :P :oops: :cry: :evil: :twisted: :roll: :wink: :!: :?: :idea: :arrow: :| :mrgreen:
  • Ane Em 03 . 03 . 2017

    Adorei essa postagem. kkkk Já passei dos 18, então poço dizer que só li verdades que adoraria que alguém tivesse me alertado sobre algumas coisas. Esse drama do cartão quem nunca? Pior que isso é só o medo de ele não passar. kkk

  • Sarah Em 03 . 03 . 2017

    Amei seu post, Sam!
    Concordei com tudo, principalmente com as amizades. Estranhei tanto isso quando fui pra faculdade e só depois comecei a entender o motivo de não estar mais tão cheia de amigos como antes, a gente seleciona bem mais né?
    E esses memes? Ri muito!!! Hahaha

    Beijos,
    http://www.sdesarah.com.br

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    Ai que bom que gostou! Eu mesma fiz alguns dos memes hehe, adoro! E isso é bem verdade, antes a gente era amigo de todo mundo mesmo porquê ninguém conversava coisas sérias né. E agora parece que tem só uns gatos pingados de amigos (mas pelo menos só gente fina ;) )

  • Mandy Em 03 . 03 . 2017

    Meu sonho de consumo era fazer 16 anos HAUEHAHEU, até chorei muito quando fiz 17 (aloca). Nunca fiz muito planos pros meus 18, o máximo que eu sonhava em fazer era morar em uma república, entrei em vários grupos sobre isso durante meus 17 e até hoje moro com minha mãe (só pretendo sair quando estiver com estabilidade haha). Eu acho engraçado quando vejo alguém novinho falando que vai fazer e acontecer com 18, e tipo não muda muita coisa na real haha. A única coisa que mudou pra mim foi dirigir (era meu sonho, poder ir aonde eu quiser, sem ter que depender de alguém ou voltar quando eu não queria), estudar na faculdade e fazer estágio. Fora isso, é tudo igual haha, só aumenta a responsabilidade.

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    Olá Mandy! Então menina, isso é interessante né? É que no meu caso a faculdade é em outra cidade e não tem como eu morar com a minha família. E já amo tanto meu apartamento que assim que puder vou comprá-lo :) E acredita que eu ainda não tirei carta de motorista? Morro de vontade!
    Ah e eu também fiquei bem chateada quando fiz 19 hahha já que ter 18 sempre foi meu sonho. Ah, agora tô ansiosa pelos 20! kkkk

  • Kimberly Camfield Em 03 . 03 . 2017

    Ver o ônibus passar reto e espernear atrás dele define minha vida de estudante universitária, que por sinal – assim como fazer 18 – não é nada do que eu esperava haha Aquela história de “ah quando eu estiver na faculdade pode até ser que estude mais ainda, mas pelo menos vai ter só coisa que eu gosto e vai ser um prazer estudar”. Pura ilusão! Vai ser é cansativo ter que se virar entre trabalho, estudo e contas para pagar. E quando chegar à meia noite da faculdade e tudo o que eu quiser é a cama, o professor vai passar trabalho de última hora para entregar no dia seguinte. Afinal,” faz o quê da meia noite às seis?” . Tenho 21 anos e ainda não tirei a carteira e ainda não sei em qual área dentro da minha área quero trabalhar haha Às vezes bate aquela bad quando me pergunto “o que vou fazer da vida?”, mas se tem uma coisa que gosto desde que fiz 18 anos é que parece que eu finalmente me senti mais dona de mim, mais segura de mim, mais confiante de que posso fazer qualquer coisa, resolver qualquer situação e dar a volta por cima.
    Ah, e amei seu post, concordo com tudo <3

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    Olá Kim! Realmente faculdade é uma pequena luta, e conciliar faculdade com blog é uma perfeita Odisseia diária! E olha, quando to esperando o ônibus, ele tá lá na esquina e eu já to me jogando na frente dele e acenando que nem uma doida (acho que o motorista me acha doida, já até acostumei kkkk).

  • Laura Nolasco Em 03 . 03 . 2017

    Hahahah adorei, Sá!
    Acaba que pra cada pessoa é diferente, né? Mas tem muita coisa que bate!
    Como comecei os bicos com fotografia bem cedo, me viro bastante e com isso tenho bastaaante liberdade também… e rebeldinha que sou, desde antes dos 10 anos de idade que não aceito pitaco de ninguém na minha roupa!Haahhha…
    Desde os 15 juntava cada centavo que ganhava pra tirar carteira, e estou em processo… no carro, penso depois. E como odeio médicos, no dia que tiver morrendo marco uma consulta!
    Beijos!

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    haushausha Olha lá! Outra que nem eu heheh, odeio ter que marcar consulta, aff. E quanto a carteira ai que vontade de sair fazendo vrummmm hahahha

  • Ana azevedo Em 03 . 03 . 2017

    Oi Sam, muito fofo seu posto.
    Então, tinha certeza de tudo o que queria fazer da vida até os 15 anos. Quando fiz 16, me desesperei. Quando fiz 17 então? Nossa que desespero! E agora falta tão pouco prós 18…
    Mas finalmente os sonhos voltaram, alguns até parecidos com os seus, e acredito fortemente que eles vão se realizar devagarinho…
    Beijo! Ce é uma fofa :3

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    Olá Ana, ahh que amorzinha! Vai sim! Continue confiando e trabalhando para que eles se realizem! ♥

  • Laise Costa Em 03 . 03 . 2017

    Muito minha cara hahaha a vida era boa e a gente não sabia, né? Já passei dos 20, mas continuo o bebê da mamãe, só não moro com meus pais por que moro em outra cidade devido a faculdade. Morro de saudades! <3

    Beijos
    @enfimresolvidoblog

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    Ah querendo ou não eu também sou a bebê um pouco hahaha mas sempre tento buscar ao menos um pouco da minha independência :)

  • Crystal Em 03 . 03 . 2017

    hahaha adorei! é bem isso meeesmo! você começa a ter noção do valor do dinheiro, de que as coisas não se resolvem sozinhas…

  • Samira Em 03 . 03 . 2017

    É o nosso triste fim e realidade hehehe, nem a roupa vai pra lavadora sozinha! hehehe