Literatura

Resenha: Crônicas de Morrighan – A Origem do Amor | Darkside

18.12.17
Resenha: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor | editora Darkside por Samira Oliveira dezoitoemponto.com

Livro: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor
Série: Crônicas de Amor e Ódio
Autor(a): Mary E. Pearson
Editora: Darkside
Genero: novela
Páginas: 126
Classificacao:
Sinopse: Mas antes que fronteiras tivessem sido traçadas, antes que tratados fossem assinados e batalhas fossem travadas novamente, antes que os grandes reinos dos Remanescentes tivessem até mesmo nascido, uma menina chamada Morrighan e sua família lutavam para sobreviver em meio à guerra.

Começo hoje essa resenha de Crônicas de Morrighan – A Origem do Amor com um excerto que anexei à resenha de The Beauty of Darkness, o último livro da trilogia mais apaixonante de todas:

“Existem outras verdades, Pauline. Verdades que você precisa saber”. E contei a ela sobre Gaudrel, Venda e a menina Morrighan, que foi roubada de sua família e vendida a Aldrid, o abutre, por um saco de grãos. Contei a ela sobre as histórias das quais nunca antes tivemos conhecimento e sobre os ladrões e os abutres que eram os fundamentos do nosso reino, e não um Remanescente escolhido. Os Guardiões Sagrados não eram nem um pouco sagrados.

Resenha: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor | editora Darkside por Samira Oliveira dezoitoemponto.com

É a partir dessa premissa, desse resumo de toda a história, que agora me recordo após terminar Crônicas de Morrighan. Lembro-me de várias teorias que montei sobre as histórias de Morrighan e de Gaudrel ainda na resenha de The Kiss of Deception e hoje vejo como a história toda é ainda mais grandiosa do que eu sonhava. Toda a força que ouvimos sobre a garota que deu início ao reino de Morrighan é acertada e desvendada nessa obra incrível. Se você ainda não leu “Crônicas de Amor e Ódio” esse livro é um bom começo para que você sinta o gostinho dessa história que nos encantou por tanto tempo. Mas se você já conhece toda a trilogia, esse último livro é um delicioso adeus, é uma obra que nos lembra e nos reconecta à guerreira Lia.

Amo a narrativa poética de Mary E. Pearson e apesar de uma novela curta, a história é narrada com uma delicadeza incrível – como todas as histórias da Mary. A história é ancorada no romance do improvável entre o abutre Jafir, membro do grupo bárbaro e a Remanescente e possuidora do dom, Morrighan. Os momentos entre os dois são únicos e de uma pureza e brilho louváveis.

Parecia que sentir medo era algo que estava no meu sangue. Isso me mantinha sempre ciente das coisas, mas, até mesmo com meus dez anos de idade, eu estava cansada disso.


Resenha: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor | editora Darkside por Samira Oliveira dezoitoemponto.comDepois que 7 estrelas caíram sobre os deuses egoístas e sobre a terra, o mundo foi arrasado sobrando apenas fome e um povo; os Remanescentes. Entretanto, ao longo do tempo, esses povos se separaram e fundaram diferentes culturas e modos de vida. Enquanto uns viviam juntos cultivando e caçando, outros, os abutres, sentiam-se no direito de tirar tudo dos outros; pilhavam e saqueavam tudo o que encontravam, uma selvageria infindável. A verdade sobre Morrighan e sua suposta venda a um abutre Aldrid, esconde algo muito mais profundo. Um amor mais proibido e mais perigoso do que o existente entre os capuleto e os montecchio. Também somos apresentados às fundações do dom e conectamos finalmente todas as histórias de Venda, Gaudrel, Ama e as lutas entre os povos.Resenha: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor | editora Darkside por Samira Oliveira dezoitoemponto.com

Eu ganhei vida com ele, permitindo-me acreditar, por mais brevemente que fosse, que esse era meu mundo também, que nossos sonhos estavam apenas depois da próxima colina, ou na próxima, e que tínhamos asas para nos levar até lá. No eu tando, eu sempre olhava para trás por cima do meu ombro, sempre me lembrava de quem eu era e para onde eu estava destinada a voltar, a um mundo escondido no qual ele nunca se encaixaria. Não há futuro para nós, Morrighan. Nunca poderá haver.
E o que dizer dessa edição tão linda da Darkside, ela é a única impressa no mundo! Em outros países esse livro só existe online, então, atenção colecionadores e amantes de Crônicas de Amor e Ódio, vocês vão pirar! Eu pelo menos surtei horrores quando fiquei sabendo desse livro que é um pouquinho mais dessa história que eu tanto amo! Ela também tem capa dura e as laterais das folhas em dourado.

Ele sussurrava fundo nas minhas entranhas: Eu sou seu, Morrighan, para sempre seu…e, quando a última estrela do universo piscar em silêncio, eu ainda serei seu.

Ele ficou me fitando como se eu fosse o ar que ele respirasse, o som que aquecia suas costas e as estrelas que iluminavam seu caminho, um olhar contemplativo que dizia: Eu preciso de você. Ou talvez fossem todas aquelas coisas que eu queria ver nos olhos dele
Resenha: Crônicas de Morrighan - A Origem do Amor | editora Darkside por Samira Oliveira dezoitoemponto.com

Resenha Fera – É o amor que nos salva e nos faz evoluir.
Chronos – Viajantes do Tempo (vol. 1)| Esperança e lealdade na luta contra o tempo
O tedioso fantástico de Murilo Rubião| Resenha Obra Completa de Murilo Rubião

:D :-) :( :o 8O :? 8) :lol: :x :P :oops: :cry: :evil: :twisted: :roll: :wink: :!: :?: :idea: :arrow: :| :mrgreen:
  • Ana Beatriz Em 18 . 12 . 2017

    Socorro, eu tô simplesmente apaixonada pelo layout do seu blog. É lindo demais, caramba! <3
    Eu ainda não conhecia essa série de livros, e fiquei impressionada com a edição. Porém, eu sempre custumo gostar do que a Darkside lança. Eles tomam esse cuidado especial com as capas e com as edições, sempre quando vejo na livraria fico babando.

  • Samira Em 18 . 12 . 2017

    Exato! Ana eu amo a DarkSide, meu sonho é que eles publiquem meu livro também, quem sabe né? Obrigada pelo carinho! ♥

  • Clayci Em 18 . 12 . 2017

    Amiga, eu achei isso livro lindo demais.
    Preciso iniciar a leitura da trilogia, urgente.

    E ESSAS FOTOS? morri de amores.
    Inclusive esse se tornou meu marcador favorito hahahahaha

  • Samira Em 18 . 12 . 2017

    Super fofo esse marcador! Olha confesso que me inspirei nas suas fotos, que bom, ficaram bem mais melhores que as minhas ja que você é profissional <3 Arrasou! Beijos!