Beauty Outros

Garota Veneno, tonalizante para ruivas.

04.03.16

Nessa resenha tem um pouco da minha história com o divo tonalizante Garota Veneno da Lola Cosmetics. Quer deixar seu cabelo como o meu está agora? Então vem conferir que eu vou contar tudinho.

12784437_1166118423428592_1818603440_n

Quem é ruiva sabe a alegria e a tristeza que é tentar manter as madeixas sempre lindas, brilhantes e com pigmentação. Mas como a gente sempre tem uma solução; um milagre, uma bênção, eu tenho o meu: o Garota Veneno, tonalizante da Lola Cosmetics.

Minha história com esse tonalizante é um caso de amor. Primeiro conheci a marca -pelo tão famigerado Morte Súbita- e depois atentei-me para os outros produtos, afinal, eu estava à procura de um tonalizante. Quando achei o GV quase pulei num samba. Entretanto, também tem o tonalizante para cabelos vermelhões mesmo, o Moulin Rouge – que não é o nosso caso, pois queremos um ruivo natural advindo dos céus.

Além do produto tem essa embalagem fofa – e enorme de 1kg! – ela tem uns textos bem bacaninhas escritos e ela é toda vintage, é do tipo que olha e já se apaixona só pelo olhar; depois pelo cheiro de frutas vermelhas, depois pela cor…

Se você passa e todo mundo grita “tá pegando fogo”, acabou de encontrar sua maior aliada! Lá vai a Garota Veneno toda prosa, jogando o cabelo de um lado pro outro e dando risada de quem mexe com ela.

Se identificou? Então se joga! Óleo de Buriti e Extrato de Cenoura para cabelos ruivos naturais ( eles existem???) e também para os ruivos do banheiro de casa mesmo.

Com nosso creme Garota Veneno você vai  iluminar  sua cor, ao mesmo tempo que suaviza os fios rebeldes e secos (que vamos convir,  é o que mais tem por aí).  E  como você sabe que quem não chora não mama, então abre alas prá Garota Veneno passar e deixa as águas rolar. Não vai ter cabelo ruivo mais bonito que o seu está!

Instruções de uso contidas na embalagem

Lavar os cabelos com shampoo hidratante. Enxaguar e tirar o excesso de água com o auxílio de uma toalha. Coloque uma porção do produto (quantidade maior para cabelos longos) em um recipiente e distribua com uso de pincel, uniformemente sobre os fios, da raiz ás pontas. Deixe agir 5/15 min., emulsionando bem. Enxágue. Finalize como de costume.

Importante: Não aplique o produto no couro cabeludo. Cada cabelo pode reagir de maneira diferente ao produto. Recomendamos que após o primeiro minuto de pausa seja verificado se o resultado desejado foi alcançado.

12833199_1169958063044628_2095930055_n

Como eu utilizei:

A primeira vez que passei foi um pequeno desastre porque nos esquecemos de que o cabelo DEVE estar MOLHADO, leia-se: encharcado. Portanto usamos um esguicho de água – o que não deu muito certo e a cor acabou não pegando. Bom, então a primeira coisa estritamente necessária é: o cabelo DEVE ESTAR MOLHADO. Por esse motivo, desta vez eu resolvi passar o tonalizante depois do banho, ou seja, depois de lavar os cabelos. E quando fui tirar acabei por tomar outro banho já que é necessário tirar todo o produto. Há quem diga que o tonalizante mancha os cabelos, isso se deve ao fato de quando a última mecha ainda está sendo aplicada, a primeira já está absorvendo a cor – como com a tinta convencional – então pode causar alguma alteração, porém até hoje o meu cabelo não manchou. Mas esse boato para quem tem cabelo ondulado e cacheado não deve ser levado em consideração, mesmo porque a mancha não fica visível entre as ondas, antes deixa mais bonito por realçar o balanço dos fios – porém para quem tem cabelos lisos isso é um problema. Mas volto a dizer, eu nunca tive essa experiencia com o GV

É indispensável o uso de luvas, porque dessa ultima vez e eu esqueci de comprá-las e minhas mãos ficaram cor de rosa – saiu umas duas lavadas depois, mas não queremos tentar a sorte. Eu comecei dividindo o cabelo em duas parte (no meio) e passei primeiro de um lado depois do outro. É importante deixar todo o cabelo coberto com o produto – se você não tem ajuda de alguém para pintar atrás, use o tato, e vá se guiando onde tem tinta e onde deixa de ter. Além de apenas “puxar” o produto para a raiz como se faz com a tinta é preferível que você passe um pouco na mão e depois espalhe por todo o comprimento para deixá-lo todo embebido no produto, também é bom esfregar levemente as mechas – tive a impressão de que isso ajudou a fixar a cor. Consta que deve deixar agir de 5 a 15 minutos, mas como eu sou meio exagera/ muito deixei meia hora e obtive uma cor mais intensa ainda, se será que isso é possível ficou da cor que eu almejava.

A primeira vez que lavei (sem contar a lavagem para retirar o produto) o creme de tratamento ficou levemente rosa e a água também mas foi praticamente imperceptível. Além disso a sensação de rigidez causada pelo fato dele ser reconstrutor também foi atenuada. É muito importante usar hum shampoo próprio para cabelo colorido -sempre! – eu uso o Ox vitamins (é um de embalagem cor de rosa) ele tem pH baixo e é antioxidante.

Como assim não passa no couro cabeludo, Sá?

Quanto ao seu uso no couro cabeludo: como eu tonalizo o cabelo quando ele já está desbotado óbvio a raiz já está um pouco crescida então particularmente, passar ou não o tonalizante na raiz é algo indiferente. Eu não manifestei nenhuma relação alérgica ou algo do tipo, a única coisa é que no dia seguinte se você der uma coçadinha no couro vai perceber uma espécie de areiazinha rosa claro, só isso.

gv

Informações essenciais contidas no pote

Este tratamento pode manchar temporariamente a pele, pode manchar roupas, toalhas, roupas de cama e outros materiais. Não use produtos alcalinos em conjunto com os tonalizantes Lola. Use sempre shampoos com pH baixo para aumentar a efetividade do tratamento. Para resultados mais intensos o cabelo deve estar poroso, descolorido ou colorido. Quando aplicado em cabelos virgens (não transformados) o resultado pode variar de acordo com a cor e textura dos fios.

POROSO? Hãn?

O cabelo poroso é um estado mais agravante do que o cabelo ressecado, entenda-se como MUITO danificado. A primeira vez que usei o tonalizante meu cabelo estava apenas desbotado – ou seja, já foi descolorido frente ao cabelo virgem e já estava com um pouco de cor da tinta – mas não estava danificado quase nada, mesmo porque eu faço hidratação quatro dias na semana, por esse motivo também o pigmento não entrou nos fios.

O cabelo poroso é uma indicação evidente de que está faltando sobretudo água. Para saber se seu cabelo está poroso faça um teste simples: Pegue um copo de água e mergulhe uma mecha do cabelo nele, se a mecha boiar significa que ela está saudável; se ela afundar significa que ela está absorvendo o máximo de água, ou seja, está desidratada e portanto, porosa. Para nós do GV o cabelo poroso é um grande aliado! E faz jus ao que está escrito no pote “Hidratação profunda dos cabelos ruivos detonados e com coloração desbotada”

No cabelo poroso ele fica áspero e ressecado porque os fios começam a perder os componentes que unem as células capilares, que eram as responsáveis pela coesão das fibras do cabelo, além disso é notável que as cutículas dos fios estão abertas (para testar basta esticar um pouco o cabelo e passar os dedos como uma pinça, você vai perceber ranhuras, são as escamas abertas) para solucionar é necessário uma massa reconstrutora, e adivinhem? É O QUE TEMOS NO GAROTA VENENO!

Como resolvi meu “problema”? 

Sobre a primeira vez que ter cabelos saudáveis foi um problema haha.

Quem já passou sabonete nos cabelos sabe o quanto ele resseca os fios, tira a hidratação e os deixa quebradiços -exceto sabonete 100% natural, sem ácidos graxos – isso ocorre devido a grande quantidade de ácidos graxos contidas no sabonete. Porém, na falta de um cabelo danificado eu precisei agir de alguma forma, por isso resolvi passar sabonete nos cabelos, o resultado foram fios duros e ásperos, consequentemente com as cutículas abertas e prontas para receber o GV.

Segundo a LOLA ela é o que?

Garota Veneno: Máscara Iluminadora Condicionante com Óleo de Buriti e Extrato de Cenoura, proporciona reflexos luminosos e prolonga a vida útil dos processos de coloração. Hidratação profunda dos cabelos ruivos detonados e com coloração desbotada, com duração de até 03 lavagens.

e

Máscara Hidratante Tonalizante Temporária Cabelos Ruivos Naturais ou coloridos.
gv1

O que ela realmente é?

Iluminadora? ♥

Condicionante? ♥ pois deixa os fios macios e gostosos

Hidratante? ♥

Tonalizante? ♥ Sim, entretanto, o GV tem uma cor tão intensa que faz mais! Ele pode efetivamente colorir os cabelos dependendo do estado em que o cabelo se encontra. Mas não se engane, ele não tem o poder de clarear ou escurecer o cabelo – o primeiro por não tem água oxigenada e o segundo por não ter pigmentos demasiadamente fortes quando comparados com tintas convencionais.

Temporária? ♥ A sua duração depende muito dos cuidados que você vai ter com ele, se usa shampoo sem sulfatos, selagens, poucas lavagens entre outros cuidados, ele vai durar mais. Eu aconselho a deixar uns 3 ou 4 dias sem lavar após a aplicação do GV para que ele se fixe ao máximo nos fios.

Máscara Hidratante?  X  Não somente isso…

Na verdade ela é Máscara Reconstrutora!

Como humilde ser humano passível de erros essa é a minha maior verdade/revelação sobre esse produto. Isso se deve ao fato de o GV ter essa capacidade de preencher as células do cabelo com os componentes que antes faltavam. Se ele fosse apenas hidratante não teria esse poder de penetrar nos fios porosos – entre as cutículas – e preenchê-los de cor, logo é necessário um cabelo de cutícula aberta para que o pigmento e o colágeno possam entrar e fazer o trabalho deles. Isso resulta fisicamente em um cabelo levemente enrijecido visto que os espaços entre as células capilares foram saturados de pigmento e de nutrientes.

Cor real

Não importa o que digam, não importa quanto choram a Garota Veneno é ruiva! E é tão ruiva que o cabelo vai desbotando para o laranjinha mesmo. Ele começa um laranja muito forte e mais desbotando bonitinho nos tons laranjas de modo que não fica com aquela cor horrível de quase loiro não loiro. É engraçado notar que no próprio pote, ainda antes de ser aplicada a máscara é um laranja tão intenso que beira o vermelho. Outra coisa que precisa ser evidenciada é o CHEIRO delicioso de frutas vermelhas, ele fica por um dia ou dois no cabelo e não dá dor de cabeça porquê é mais levinho.

Toda naturalzinha mesmo?

Adorei saber que eles usam mais componentes naturais como cenoura e buriti. Pesquisei sobre se ele pode ser classificado como permitida para quem segue Low Poo e No Poo e a resposta é: SIM! Se eu estiver errada por favor, me corrijam, mas o produto possui os selos cruelty free e eco friendly (não testa em animais e não possui parabenos, sulfatos e GMOS)

Onde comprar

O meu eu comprei em loja física na minha cidade Piracicaba, por coincidência se chamava Lola mas não tinha nada a ver com a nossa querida marca. Andei pesquisando pela internet e encontrei um local aparentemente confiável para comprar:

CasaNostra Cométicos

Porém eu acredito que deve haver em todas/quase todas lojas de cosméticos – aqui eu achei alguns produtos em algumas lojas, em nenhuma achei todos da linha Lola então é quase como uma caça hahaha.

Imagem destaca por Victória Cortezi

Carta de Hogwarts DIY – Como Envelhecer Papel
Finalmente uma heroína para nos representar: Mulher Maravilha
Presentes de Última Hora pra Você – VOCÊ MESMO – que “Esqueceu” do Dia dos Namorados
Pessoal Textos

O valor da mudança

29.02.16
Surreal Photography Inspiration

Surreal Photography Inspiration/Rebeca Carpintero

Precisei me mudar para sentir a chuva, precisei me mudar para que minhas unhas crescessem, precisei me mudar para amadurecer e entender lá no fundo do ser quem eu realmente sou, precisei me mudar para reacreditar em mim e na minha força, também precisei para poder perder medos – tantos – de altura, de borboleta, de pessoas, de viver! Precisei mudar para acessar alguém em mim que eu desconfiava da existência, mas nunca havia comprovado.

Quero dizer que, há um bom tempo, quando tentei ler minha mão com instruções da internet eu gostei de uma coisa: o tal polegar flexível.

Isso significava, segundo minha fonte, que eu era/sou uma pessoa aberta a mudanças. A questão é: eu nunca havia realmente me mudado – seja de casa, de amigos, de carro ou de qualquer outra coisa – pois então como testar tal fato? Seria ele uma mentira? Na verdade eu tinha uma grande intuição; a de que o manual não estava de todo errado, sentia-me adaptar –muito bem obrigada – conforme as coisas iam chegando.

Chegou uma época em que mudei levemente de amigos, mudei a maneira de pensar sobre determinados assuntos, mudei minha forma de ver e de ser vista pelo mundo. E toda essa mudança me fez muito bem. Faltava em fim, à mudança de fato. Que não tardou muito a ocorrer. A questão principal diz respeito a o que eu posso tirar disso tudo para o meu engrandecimento pessoal.

Um professor uma vez comentou que o poeta precisa viver; amadurecer – talvez até levar um pé na bunda ou passar por momentos de tristeza – precisa respirar ares novos e aprender sobre o que vive, precisa viver para aprender sobre o que vê; e precisa disso tudo para se formar como poeta, para ter aquela sensibilidade perante a tudo, que só se adquire depois de viver – não pelo tempo dos homens, mas por experiências – por essa razão a mudança me fez reformar-me.


A mudança me fez ficar, a tal ponto de que, quando estou em São Paulo, quero por aqui ficar. Quando volto para Piracicaba junto de minha família, de lá não quero retornar. A mudança me fez resgatar o sentimento de agradecimento, de amor e de profundo afeto e amor pela família; coisas que talvez nunca mais acontecessem nessa magnitude se eu estivesse entregue apenas ao dia a dia. A rotina é linda, mas por vezes enfraquece o coração e endurece o olhar. Pela rotina de anos a fio não vemos mais os tijolos à vista das casas antigas, nem o céu pintado de rosa e laranja ao crepúsculo. A rotina venda os olhos para o que nosso coração deseja ver; assim, não podemos mais ver com os olhos livres as pessoas que amamos, e por ventura, nos esquecemos de que elas não fazem hora extra e precisamos aproveitar o tempo – sempre.

A mudança me fez retornar, me fez voltar, me fez viver e ansiar por acordar e por seguir.

Agora sinto a chuva, minhas unhas crescem, ando em meio aos tantos bichos do campus. Agora, eu agradeço a todo instante, pois eu acreditei. Eu sei o que fazer, sei não me perder, sei finalmente como viver.

Mirando-se no espelho.
18 coisas que você precisa saber antes de Morar Sozinho
Porque escolhi ser professora.
Página 17 de 17
«1 ...1314151617