Pessoal Textos

Quando escrever um diário

17.06.16
Escrevendo um diário.

Essa página em branco me assusta por alguns motivos, entre eles o mais relevante: não estou acostumada a deixá-la intacta. Na verdade, a página em branco me incomoda profundamente – por mais que isso possa parecer bizarro.

Com uns 9 anos ganhei um diário da minha tia, e comecei a me incomodar com suas páginas vazias. Então comecei a escrevê-lo. Ele não foi o único, vieram diários de viagem à praia – ele era verde e repleto de figurinhas – vieram canetas mágicas que prometiam não deixar que outros lessem meus escritos – e com elas vieram a percepção que os demais poderiam ler sim. Claro que eu fazia tudo errado, escrevia até sobre o meu café da manhã e qual rua exata eu morava. Mas só percebo hoje o que aprendi disso tudo, o que apreendi para mim. A lembrança mais forte que tenho sobre isso é de escrever sobre o menino que eu gostava, e, tenho que admitir, meu extinto de escorpião começava a gritar – e lembrar disso não me deixa mais constrangida como antes. Eu falava sobre as pessoas que eu amava e sobre aquelas que eu preferia manter distância; falava o que eu pensava, falava apenas porquê sabia que aquele pedaço de papel não iria me julgar como qualquer outro faria. Falava tudo e escrevia freneticamente – fazendo meus garranchos serem riscos incompreensíveis – escrevia para não desabar; para olhar para todas aquelas coisas e pensar melhor sobre elas – sim sempre refletindo sobre tudo – já que elas estavam escritas. Eu precisava de um local que ouvisse tudo detalhadamente, mas não uma pessoa – hoje em dia eu tenho uma pessoa assim – mas algo que eu pudesse amassar e jogar fora se eu não gostasse mais dos meus segredos – mesmo tendo dúvidas sobre isso, acho que eu sempre os amei e cultivei. Queria algo inanimado e que pudesse carregar todas as minhas palavras mesmo que eu não existisse mais. Queria algo que nunca me questionasse: Por que desistiu de dar um simples selinho em quem você gostava e talvez esperasse por isso? Por que resolveu não comer a cenoura que tinha no almoço? Por que continua achando que o problema é você e não eles? Por que não aceita de vez que não deve tão jovemente sofrer por quem não gosta de você? Aliás, por que se importar?

Ele talvez não tenha me dado todas as respostas, mesmo eu ainda esperando por elas. Talvez ele tenha sido bem mais que uma fuga. Talvez ele não tenha feito diferença nos meus atos – mas com toda a certeza fez diferença na pessoa que eu sou. Ele me fez ver as coisas por outro ângulo e a pensar antes de agir – talvez pensar até mais que o necessário me fazendo fantasiar coisas que nunca iriam acontecer, pelo menos não com quem eu gostaria que acontecesse. Me fez questionar sobre os caminhos que eu tomava e sobre por quem eu buscava viver: por mim ou por aqueles que queriam definir o que eu era? Escrevia, como eu sempre digo: para um desafogar. Para lembrar-me que eu estava íntegra apesar de tudo – no sentindo mais intrínseco da palavra. Era algo que eu necessitava, um amor, um vício, um alívio. Escrever sempre foi algo ao qual eu me dediquei exatamente para viver e, quando eu esqueço deste meu alimento tudo em mim para de funcionar. Muito mais que um combustível para o que sou, mas até mesmo um óleo para as engrenagens disso tudo. Não posso me enganar, escrevo para viver. E foi essa escrita que me salvou de ser o que eu poderia ser; que me mostrou em quem eu me tornava – e por isso pude regredir quando a rota estava errada ou prosseguir decididamente. Por esses motivos eu acredito que você deve escrever um diário, talvez só precise do aconchego das folhas quentes e de uma boa caneta. Não tenha vergonha, nem coloque cadeados. O que você é deve ser exposto à você e talvez a mais ninguém – mais isso quem deve resolver é você. Está na hora de estender seu ser para o entender; ele está a tempos ansioso por isso. Desafogue-se.

Este não é apenas mais um texto motivacional
Animal terrestre e animal de céu
Lembranças do “quartinho do fundão”| Um texto sobre desatulhamento
DIY Outros

Presentes criativos pro Dia dos Namorados: faça você mesmo!

10.06.16
DIY Presentes criativos dia dos namorados 2016

Falta muito pouco para o Dia dos Namorados deste ano, se você ainda está em dúvida sobre o que dar, ou ainda não achou aquele presente ideal e quer algo que seja a cara do seu amor, vem comigo! Nesse post você vai ver exemplo de presentes para namorados (as) Geek, Cozinheiro, Físico e até os apaixonados por Game of Thrones. Pedi para que algumas leitoras mandassem suas artes mais criativas e aqui estão; para você se inspirar ou copiar e fazer algo você mesmo – com todo amor – para quem você ama.

DIY-Trono de Game of Thrones

Trono de Game of Thrones

Mozão: Lidia Moreira Rabelo

Eu utilizei:

  • Esponja floral (vende em qualquer floricultura, paguei R$4,90 aqui em Brasília)
  • Tinta spray dourado metálico (paguei R$25,00)
  • Biscuit branco (paguei +- R$12,00 em 8 pacotinhos de 40g cada)
  • Espadinhas (Achei em uma loja de festa e paguei caro R$25,00)

Para ver o passo a passo acesse o link.

DIY-Trono de Game of Thrones


DIY presente namorado Eletroeletrônica

Caixa Eletroeletrônica

Mozão: Carol Benazzato

Meu namorado é estudante de eletroeletrônica, e foi pensando nisso que, no dia dos namorados do ano passado, quis dar um presente temático, relacionado à área dele de atuação, até mesmo como um incentivo, já que ele estava na reta final do curso, na correria e no estresse do TCC etc. Então, como uma forma de apoio, decidi montar essa caixa!
A ideia em si é bem simples, mas demorei umas semanas até pensar em tudo e reunir somente presentes que tivessem a ver com o tema do curso dele. Me lembro até hoje da feição dele quando ele viu a caixa.
A começar pela embalagem, com uma equação, que revelava que viria algo ligado ao tema de seu estudo. Quando ele a abriu e viu todos os presentes, escancarou um sorriso do tamanho do mundo, e essa imagem vou levar sempre comigo! Ele me abraçou e me disse que tudo aquilo o motivou muito a continuar se esforçando, e que era bom sentir que tinha o meu apoio.
Além desse presente, nessa época tão difícil de tensão eu frequentemente fazia mimos para agradá-lo. Deixava bilhetinhos nas coisas de estudo dele, levava algum doce que eu sei que ele gosta… Isso tudo faz muita diferença, demonstra muito apoio.
Nós dois namoramos há 3 anos, e desde o começo temos o hábito de fazer os nossos próprios presentes, mas não deixa nunca de ser uma delícia ver que a pessoa gostou tanto de algo que fizemos com tanto carinho.
Espero que essa caixa inspire o presente (e o coração) de alguém! Emoji
A caixa, que comprei em mdf, pintei, cobri a tampa com contact e por cima colei os moldes.
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016
  •  Um livro que mescla matemática com ficção, que ele queria muito ler e um marcador de página “You are My Universe”.
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016 1
  • Uma camiseta divertida com uma fórmula física de eletricidade.
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016 2
  • Universo dentro da garrafinha (vulgo Pote da Galáxia ou Bottle Nebula).
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016 3
  •  Cartão divertido com a maçã do Isaac Newton e o trocadilho de “I fall for you” (eu estou apaixonada por você).
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016 5
  • Caixinha “light of my life”, já que ele estuda eletroeletrônica (segui esse tutorial), e dentro coloquei corações com motivos para amá-lo.
DIY Dia dos Namorados Eletroeletrônica 2016 4
DIY presente dia dos namoradosDIY presente dia dos namorados

diy

Kit Culinário

Mozão: Fabiana Bonatto

Ela contou que se inspirou no Kit deste site: Loja Lilou


DIY dia dos namorados Hearthstone

Caixa HearthStone – jogo virtual para o mundo real!

Mozão: Thamires Lustosa

Como fazer:

  • Papel Paraná revestida com mais uma camada de papel paraná (mas poderia ter feito com jornal cola e água,ficaria melhor), passei um selante (tipo uma tinta ajuda a fixar mais).
  • Selante (tipo uma tinta que ajuda a fixação) e pintei com dois tons de marrom – escuro por dentro e claro por fora.
  • Por dentro colei camurça para dar um charme
  • As cartas e os versos de card, a imagem de cima e o tabuleiro tudo eu mandei imprimir numa gráfica em papel fotográfico e papel cruchê gramatura 180 pra cima (precisa ser um papel bem grosso)
  • A arte de cima do meio da caixa (o logo) eu fiz toda em papel paraná e pintei com as mesmas tintas que usei para pintar a caixa com adicional de dourado para dar um tcham.
  • E os packs (onde guarda os cards) usei EVA

Os gliters são pó de Mana, são utilizados no jogo para criar outras cartas. Não sei vocês, mas eu me apaixonei de mais por essa caixa tão linda! Ela trouxe tudo do mundo virtual para o mundo real. Segundo a Thami, ele jogam juntos! Um amor né? Aproveite e visite a página dela: Paper Art

DIY dia dos namorados Hearthstone
  • 1º foto -Caixa com tudo dentro
  • 2º foto –  Gold, ganhamos conforme passamos missões e níveis.
  • 3º foto -Packs de cartas
  • 4º foto -Manas, precisamos dela para jogar.
  • 5º foto -Chaves da arena, conseguimos conforme vamos ganhando
  • 6º foto -Pó de mana, criamos mais cartas com isso
  • 7º foto – Herois do jogo (escolhemos um para jogar)
  • 8º foto – Tabuleiro do jogo.
  • 9º foto – Cartas.
DIY dia dos namorados Hearthstone
DIY Iluminaria Super Mário

Ilumínaria Super Mário

Mozão: Amanda Biagio Bossi

Essa mozão tão caprichosa conta que se inspirou no DIY da Gabi Grativol

  •  A luminária é de PVC, com peças específicas para para um cano comum. Pintei peça por peça, mas indico que pinte a luminária pronta pois é mais fácil e o resultado mais bonito. Eu mudei o bocal por uma luminária de jardim porque daria para mexer no foco é achei interessante. Toda a parte elétrica meu pai que fez, por que eu sou medrosa mesmo. E os detalhes foram em biscuits fui eu mesma, deu um trabalho, eu nunca tinha mexido com eles, mas adorei o resultado. Fiquei bem orgulhosa!

E você? Tem alguma ideia criativa e gostaria de aparecer por aqui? Entre em contato comigo!

Bom mozãos, espero que tenham gostado das ideias e inspirações. Quem fizer algum desses conta pra mim, ein?

Tendências de Moda e Beleza para Primavera Verão 2018
T- shirts Femininas Estampadas com Bichinhos Fofos! – Cereja Pink
Tênis criativos da Usthemp – Sapato de Borboletas!
Pessoal Textos

Eu escolhi você.

02.06.16
Olhos de Belinha - Poodle, cachorros.

Pois quando aqueles olhos te miram, te desnudam e te invadem; você sabe,ele sabe tudo sobre você. Por esse olhar tão sincero você deixa-se invadir pela verdade e pelo calor que ele pode oferecer. Você sabe que está sendo invadido de amor e paz quando esses olhos se mostram sabidos e sinceros.

Você sabe que o ama quando chegou em casa em um dia exaustivo e foi recebido com pulinhos e lambidas. Sabe que o ama pois quando brigou com todos, ele chegou, se aninhou a você e te fez ter certeza que tudo ficaria bem. Crê em tamanho sentimento porquê quando você esqueceu de falar com ele, de dar comida ou de levar para passear, ele não se esqueceu de você; não se vingou e nem tirou satisfações, antes te recebeu como se aquele fosse um dia como qualquer outro. Um dia a mais em que ele poderia fazer da sua existência algo menos doloroso e dar um sentido a sua vida (e não a dele).

Você pode não perceber mas a cada dia que você vive, para ele se passam mais de dez anos. E por isso a cada amor que você o dá faz com que esse sopro de vida tenha um significado. Porque ele fez da vida dele a sua, ele fez com que toda a razão de seu respirar fosse o brilho dos seus olhos. Ele fez com que o amor fosse resumido e contido no lugar – talvez – mais improvável, mas com certeza o mais leal.
Quando ele te revolve a alma, te encara e seus olhar tem paz, saiba: ele está passeado pelo seu interior. Com os olhos espertos e o amor profundo ele sabe exatamente o que se passa dentro do turbilhão que você é. Ele quer que você perceba – ele está gritando silenciosamente por isso – que o seu turbilhão tem os mesmos reflexos do dele. Ele quer que você sinta que, se o amor for forte, vocês não se encontrarão apenas nessa vida – vocês são almas que se reencontram! Quando ele te mira desta forma é para dizer que apesar de sua forma ele está ai ao seu lado como alma; como sopro, como luz infinita para iluminar seu turbilhão. Ele quer que você entenda que é seu amigo na forma mais profunda da palavra; quer sua atenção para compreender que o que ele sente é tão superior ao que você está acostumado, que não consegue atingir tamanho sentir – mas quando isso acontece ele escorre pela face.
Quando ele para o mundo apenas para sentar ao seu lado. Quando ele corre atrás de você como uma sombra forte. Quando ele chora pedindo perdão. Quando ele olha, quando ele vê, quando ele te transforma, quando ele te ama. Ele quer apenas dizer: eu estou aqui.

Olhos do Bolt - Border Collie
Eu estou ao seu lado e minha alma é tão ligada a sua, que eu entendo todo o seu amor mesmo que você não me diga; que eu sei todas as suas dores e conflitos mesmo que você não me explique. E por tudo isso e apesar de tudo eu quero relembrar, porque relembrar é o que me faz viver… Lembra quando eu era pequeno e você me deitava na caminha e contava história de vocês para eu dormir? Eu não entendia o que você queria dizer, mas entendia que era o seu tempo limitado que você preciosamente gastava comigo; mas eu não queria dormir, queria ficar eternamente ouvindo sua voz. Lembra quando eu cheguei? E você me aninhou nos seus braços – eu era tão pequeno – mas você me aqueceu e me colocou junto ao seu coração, ali eu pude ouvir o som alto do sentimento humano que você tão maravilhosamente me dedicou. Lembra daquela vez que você me colocou em cima da caminha e da cadeira da cozinha e escreveu numa lousa? Você queria que eu aprendesse matemática, mas… Nem mesmo você gostava dela, porque eu deveria? Mas você ficava tão feliz ensinando as letras que eu tentei até aprender, mas o meu corpo físico só suportou entender sua voz. Lembra das vezes, aquelas preciosas vezes que você chegou tarde em casa? Você não foi me ver no quintal, você não abriu a porta para mim, você não foi saber como foi o meu dia… Mas saiba, ele foi repleto de relembranças de você; mesmo que você não tenha ido me ver saiba que eu fiquei mais tranquilo, pois você chegou! Estava bem e salvo em casa, pois lá fora eu não posso te defender já que você não me deixa ir aos lugares com você. Mas saiba que cada um desses dias da minha existência – que foram tão passados e normais para você – foram preciosos para mim pois pelo menos sua voz eu ouvi.
Chegará um dia em que eu não vou mais poder sentar no seu colo para você me abraçar enquanto você chora. Não poderei mais latir de alegria por ver seu rosto nem responderei contente à sua voz. Um dia eu não serei mais seu cachorrinho mas serei eternamente o que eu sempre fui: o seu eterno amigo. Poderei assim, lá de cima junto do papai do céu, olhar por você. Vou pedir todos os dias para que eu possa ser um raio de sol no seu despertar; ser uma florzinha no seu caminhar, ser aquele ventinho bom perto da praia. Pedirei para ser novamente seu amigo, seu guardião, sua vida, sua alma; e se Ele quiser eu serei, pois sou eterno, pois sou o maior amor que você pode sentir, pois sou um enviado Dele para fazer seus dias melhores. Eu sou seu anjinho para que a caminhada não seja tão penosa e que os passos não sejam tão pesados. Sou seu para que você entenda – de uma vez por todas – que o amor está nas coisas mais humildes e simples da sua vida. Por isso e por tudo eu te escolho – não você – porque eu sabia que a sua dor era algo que eu poderia curar; suas feridas eram coisas que eu poderia suportar e toda a sua angústia e sofrimento e poderia aplacar apenas por estar ao seu lado. Por isso e por todos os nosso dias, eu escolhi você. ♥

Este não é apenas mais um texto motivacional
Animal terrestre e animal de céu
Lembranças do “quartinho do fundão”| Um texto sobre desatulhamento
Beauty Outros

Em busca do ruivo dos sonhos.

30.05.16

 

Créditos ao blog DeBatom

Créditos ao blog DeBatom

Depois de muita caminhada esse post se faz necessário. Primeiramente preciso apresentar duas pessoas essenciais para que o esplendor ruivo acontecesse, a primeira é a Gleiciane Castro, minha amiga blogueira extra ruiva e maravilhosa (blog: Ela Sabe) ela é a dona do ruivo mais perfeito e laranjinha do mundo e foi quem me apoiou, ajudou, respondeu todas as minhas eternas dúvidas iniciais e aturou minhas enxurradas de perguntas. A outra personagem desta saga é minha cabeleireira Chiara Vitti que fez todo o processo de aplicação, hidratação e torcida para que o tom abrisse.

Sempre sempre foi o sonho da minha vida ser ruiva, talvez porquê minha avó conta que meu avô sempre achou bonito cabelos ruivos então foi algo meio um gosto genético rs . Porém minha avó sempre teve um pé atrás achando que iria ficar seco e danificar e cair e tudo isso que pensamos quando não pesquisamos sobre. Portanto quando eu iria pintar de ruivo lá em 2012 eu acabei fazendo californianas (estava bem na moda e como eu não podia pagar meu cabelo sozinha tive que seguir o conselho da minha avó). Gostei bastante de ter o cabelo meio loiro e ele realmente ficou bonito, se não me engano foram 2 anos com o cabelo assim, mas ele ressecou demais as pontas que ficaram triplas e quádruplas. Então esperei meu cabelo crescer e cortei bem curtinho (não tão curtinho assim né Samira) e então ficaram apenas uns fiapinhos de dourado nas pontinhas (que, ainda bem, foram embora sozinhas, ê loiro que não queria sair).

2012: californiana 2015: cabelo virgem

O que podemos ver nesta foto? Além de uma profunda e maravilhosa transformação (querido tempo meu melhor amigo) na foto 1 era como estava meu cabelo com a californiana, e na foto 2 foi em setembro do ano passado, dois meses antes de ficar ruiva. Se eu tenho saudades do meu cabelo virgem e castanho? Olha até que sim, olhando as fotos me bate uma certa melancolia, mas passa.

Mas vamos à receitinha indicada pela Gleiciane, ela me deu duas opções ou o 8.4 da Color Perfect ou a 8.77 da Igora para chegar no acobreado, as favoritas dela são: Color Perfect, Majirel , Keune e Igora, sendo esta última a queridinha de todas as ruivas, amor maior. Para ficar um pouco mais laranjinha ela me disse para usar um mix que é um adicional de cor à tinta, um pouco mais de pigmento; 0.43 (Color Perfect) e o 0.77 (Igora), no caso usei a Igora também.

A Chiara não acreditou muito que meu cabelo abriria a cor com a água oxigenada de 30 volumes então usou a de 40, e depois fez uma super hidratação pois a ox danifica de qualquer forma. Ouvi há pouco tempo que para pintar de ruivo era necessário descolorir (isso mesmo, deixar loiro/branco) nada disso por favor! Se fizer isso seu cabelo vai ficar todo danificado á toa! Usa a ox correta para seu tom de cabelo, converse com um profissional e, se for a primeira vez que irá pintar deixe que ele faça todo o procedimento; fica mais fácil de salvar se ocorrer algum erro e mesmo com todo o nosso conhecimento de ruiva é melhor um profissional sempre.

É importante saber que cada tinta reage diferente á um tipo de cabelo, logo talvez ele tenha a exata cor do meu mas não abra com ox de 4o, por isso ressalto, visite um profissional pelo menos na primeira vez.

Antes (morena) e ruiva com Igora

Quanto á frequência de retoques

Este era um ponto que eu tinha MUITAS dúvidas, que só se resolveram quando eu efetivamente tingi. Não adianta fazer estimativas de “tal pessoa tonaliza de 15 em 15 dias e pinta inteiro uma vez por mês ou uma vez por semestre” isso acaba sendo algo totalmente pessoal. Por exemplo, eu prefiro aguentar a raiz bem grande para poder pintar o cabelo todo quando for retocá-la, mas isso porquê o meu cabelo aguenta e não danifica, justamente por cuidar tão bem dele e por ser grosso e forte. Quanto a tonalizar eu mudo a frequência conforme fui mudando de tons e marcas de tintas, quando usei Igora, tonalizei menos vezes do que quando usei Kert, por sua vez quando usei Itallian Color tonalizei apenas umas vez (vou explicar direitinho sobre tudo isso).


Igora (Schwarzkopf) 8.77

Primeira ruivada, Igora 8.77 + mix 0.77 Igora Schwarzkopf (essa marca é alemã e está há mais de um século se recriando; leia sobre a história da Schwarzkopf)

Fiquei ruiva dois ou três dias antes da minha formatura do terceiro colegial, havia sido quase um acordo com a minha avó; eu pagaria tudo e cuidaria de tudo para estar como sempre sonhei na minha formatura (com um vestido sereia azul Tifanny, batom roxo da Mac e cabelos ruivos). Único imprevisto foi que a raiz do cabelo ficou um pouco mais clara que o cumprimento, isso se deve ao fato de a raiz receber mais luz solar e estar mais fragilizada que o resto; isso foi facilmente concertado com um tonalizante que igualou os dois. Então, conselho: comece pelas mechas da nuca e depois as da frente. Ele ficou bem natural, adorei porque no salão que fui fazer o penteado, diversas pessoas pensaram que eu era ruiva natural (o que me deixou extremamente orgulhosa e feliz com minha escolha)

Formatura ruivo Igora 8.77 + mix 0.77 Formatura ruivo Igora 8.77 + 0.77

Eu gostei muito desta cor, ficou um ruivo Marina Ruy Barbosa (o que era a minha meta). Entretanto ele foi desbotando (naturalmente como eu sabia que iria acontecer) e foi ficando “loiro”, nessa primeira vez eu ainda não tinha “descoberto” leia-se comprado um tonalizante então resolvi o problema pintando novamente. Eu estava feliz com a querida Igora, o ruivo deixou meus cabelos fortes e encorpados (totalmente ao contrário dos tempos em que eu tinha californiana). Porém um dia no shopping de Campinas eu vi um ruivo maravilhoso (quem ama cabelos assim tem essa não tão discreta mania de encarar o ruivo alheio) então criei coragem e fui perguntar á vendedora da Polishop sobre o ruivo avermelhado dela. Fiquei abatida quando ela disse “você está tentando ficar ruiva?” mas relevei, afinal, ele estava muito debotado!


Kert – Keraton Color 8.34

Igora 8.77 ruiva, ruivo dos sonhos ruivo Igora 8.77

Infelizmente devido inclusive à famosa “cegueira ruiva” (quando em cada luz e para cada pessoa o tom é percebido de uma forma diferente) a câmera não captou muito bem o laranjinha do Kert mas tem como ter uma ideia.

Continuando… A moça do shopping me indicou uma tinta da Kert (Keraton Color) número 8.34. Na verdade essa cor é um loiro acobreado e não um ruivo! Ela tem nuances dourados e eu misturei um pouco do mix 0.77 que tinha da Igora. Engraçado que a tinta no potinho ficou uma coisa meio marrom claro (e não laranjão como a Igora) e isso me deixou bem preocupada. Mas a apliquei e o laranja dele (talvez por ter sido somado ao mix) foi bem mais intenso e brilhante. As fotos ao lado foram de algumas semanas depois que eu pintei com ele, desbotou bastante e chegou mesmo a um loiro.

A duas imagens de baixo foram do dia em que pintei. Doeu sair da Igora? Doeu, mas foi necessário para um crescimento e experiencia com o mundo ruivo, e porque experimentar nunca é demais né? A foto do meu namorado  lindo maravilhoso, amor da minha vida que me ajudou a pintar o cabelo e secou 

Mozão ajudando secando meu cabelo, tem como pedir mais alguma coisa nesse namorado perfeito?

Mozão ajudando secando meu cabelo, tem como pedir mais alguma coisa nesse namorado perfeito?

Com Kert 8.34 na cabeça.

Esperando dar o tempo da Kert 8.34

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Itallian Color 40c (Tiziano Claro)

Essa foi usada com ox de 20 (ao contrário das outras que usamos ox 30) ela é uma marca européia e relativamente difícil de encontrar por ser profissional também. Eu e essa cor temos uma história de amor que eu gostaria e relembrar mas não vou (vai saber o porquê no final). Pedi à Chiara linda que arranjasse uma cor que quando desbotasse não ficasse aquele loiro e eu não tivesse que ficar tonalizando tanto como estava tendo (e me irritando tanto como estava). Então ela usou essa cor e ficou tudo de bom. Ele não é o laranjinha que estava acostumada, é um vinho, um cereja, um ruivo poderoso e escuro que – eu não sabia que ia amar tanto – mas amei! E todo mundo achou que ficou melhor em mim ele do que o outro, que combinou com meu tom de pele e com todo o resto. Com ele pintei as sobrancelhas. Com a Igora eu mantive as sobrancelhas escuras (como os pelos são poucos não houve problema, mas quando eu retoco elas, elas ficam muito escuras) então usei a tinta e acertava tudo com lápis de boca bem vermelho e um pouco de lápis marrom (deu muito certo!)

Eu já demoro naturalmente para lavar os cabelos porquê ele aguenta bem isso e porquê ele é bem seco nas pontas então não tenho problemas com isso. Por isso o meu ruivo dura bastante (no sentido de não desbotar muito) mas sempre que lavo, sai aquele laranjinha claro. Mas a primeira vez que lavei os cabelos depois de passado a Itallian eu quase chorei. A água saiu primeiramente bem vinho e pensei: pronto, agora que fico com os cabelos loiros novamente. Mas ai a cor da água foi esmaecendo para um rosa (o que não mudou meu desespero e angústia ao ver aquela cor linda indo ralo a baixo) mas no final das contas não desbotou muito e faz mais de um mês que estou com ele (apenas tonalizando com o Garota Veneno) e só não o passei novamente porque vou começar a ter o cabelo “naturalmente” ruivo com henna.

Diferentes tonalidades do ruivo a partir de Kert 8.34

1- Primeiro dia com a Itallian, um ruivo cereja intenso e poderoso.

2- Em outra iluminação mas no mesmo dia da foto número 1

3- Na semana que pintei, editei essa foto para ficar do jeito que eu via. Sinceramente não sei o que houve com esse ruivo mas ele estava mais avermelhado mesmo.

4- Algumas semanas depois (umas duas) ele estava levemente laranja mas um ruivo cereja alaranjado.

5- De 3 a 4 semanas depois, ainda sem tonalizar com o Garota Veneno.

6- De 4 a 5 semanas, sem tonalizar. Uma cor mais fechada e desbotada ainda ficando no ruivo.

7- Tonalizado com o Garota Veneno, não ficou laranja como de costume mas ressaltou a cor.

8- Desbotado do tonalizante (algumas semanas depois de aplicá-lo).

9- Atualmente (quase um mês depois de tonalizar e mais de dois meses que usei a Itallian)


Considerações finais

Ufa, esse post demorou mais de 3h para ser feito – espero que tenha gostado! Mesmo que o meu cabelo goste do ruivo (a maioria gosta, não é como o loiro que danifica fortemente) é muito importante que ele esteja sempre hidratado. Sempre que lavo (2-3 vezes por semana) eu faço uma hidratação profunda. Uso shampoo próprio para cabelos tingidos (sem sal e com ph baixo e protetor solar) que é o OX Vitamins (foto por Lovely Evv). Ele faz pouca espuma – o que é bom, pois quanto mais espuma mais desbota.  Uso o creme para pentear Joy (cor estonteante) e cremes da Lola e da TRESemmé.

Creditos ao blog Lovely Evv

Creditos ao blog Lovely Evv

 

Roupas de Harry Potter| Blusa Vintage Edwiges e Vestido estampado com Patronos!
And Roll Store no Ensaio Fotográfico da Bela e a Fera – Fotos em Biblioteca!
Tendências de Moda e Beleza para Primavera Verão 2018
Fotografia

Melhores aplicativos para edição de fotos.

25.05.16

Para inaugurar a categoria “Fotografia” eu queria mostrar para vocês os meus avanços nas edições de fotos e meus aplicativos favoritos para isso. Mesmo sem a minha tão sonhada câmera profissional, e usando a câmera do celular (Samsung J3) creio que as imagens estão ganhando bastante qualidade e credibilidade – e um fator muito responsável por isso é a edição.

O primeiro app que usei foi o CandyCamera, no começo ele parecia muito bom, porém os filtros meio manchados e amarelados tiraram todo o encanto das poucas ferramentas disponíveis.

Depois passei a usar o famosinho, o lindinho VSCO. Na verdade comecei a usá-lo quando vi uma foto no Instagram da Dear Maidy com uma parceria com o insta @edicoestumblaveis . As meninas desse insta conseguem desbloquear TODOS os filtros do VSCO e ainda por cima postam inúmeras dicar sobre edições, então, fica a enorme dica: sigam @edicoestumblaveis


VSCO

Com o VSCO eu iniciei minhas edições, primeiramente apenas mudando os filtros, depois mudando sombras, realces, matizes…

post

Essa foto eu editei para deixar o cabelo no tom exato que eu estava vendo pessoalmente. Uso sobretudo os efeitos alaranjados e os avermelhados para essa finalidade.

post1 post2

PICSART

Outro aplicativo que é meu queridinho é o PicsArt. Confesso que preciso ainda “fuçar” esse aplicativo para aprender os afeitos e montagens mais impactantes. Eu o uso para fazer colagens de fotos (umas ao lado das outras), usar uns efeitos diferentes como Papel, Pop Art, Desfoque… Além disso você pode adicionar Texto, Artes Prontas, Adesivos Reflexos  e muito mais. As colagens de foto é a ferramenta que mais amo no PicsArt

Foto editada com aplicativo PicsArt na função de colagem

Pra quem ficou curioso, essas páginas são de um “construa este diário” que fiz para o meu namorado.


AIRBURSH

Na 1 usei o “ofuscar” do AirBrush, ele tem um pincel muito bom e é possível ampliar a foto para desfocar cada cantinho. Na 2 eu usei os adesivos do PicsArt (precisei baixar esta mas foi gratuito), este tinha frases fofinhas. Depois usei o pincel preto para fazer os corações. Na 3 para clarear o fundo (legal que as edições que fiz com o PicsArt não foram afetadas) então usei o “clarear” do AirBrush e o “corretivo”, e no final o pincel branco do PicsArt para arruma a camiseta (não ficou perfeito pois fiz tudo isso na estrada para SP hehe e não sou boa em fazer coisas quando estou no carro >.<

post3

O AirBrush é muito maravilhoso para selfies, pois ele clareia os dentes, tira manchas e espinhas da pele e ainda dá pra “esticar” a imagem, ou seja fica muito bom para imagens de céu.

Foto editada com uso do aplicativo AirBrush.

FHOTOROOM

O Fhotorrom é um aplicativo que conheci bem recentemente. Uso-o para virar as fotos (a maioria dos apps de edição não tem essa opção, apenas a do enquadramento). Com ele dá pra fazer aquele efeito (que pessoalmente eu não gosto) e desfocar as laterias da foto ou como uma moldura da própria foto desfocada. Outra coisa interessante e que eu usei nessa foto foi são as Lightleaks (luzes para adicionar, como se fosse luz de algumas câmeras, sabe?). Os filtros dele não me agradam muito assim como os do CandyCamera mas funções como “exposure” e “brightness”são bem úteis (elas mexem nada luminosidade da imagem).Foto editada com o aplicativo Fhotoroom


YOU CAM PERFECT

Outro que adicionei recentemente foi o YouCamPerfect ele é aquele famigerado app que retira elementos indesejados da imagem, entretanto nas minhas tentativas não consegui fazer isso muito bem. Ele age daquela mesma forma que aplicativos que “imitam” photoshop e ao “retirar” algo, coloca no lugar um fragmento do elemento mais próximo. Por exemplo, fui editar uma foto da minha cachorrinha com uma cadeira ao lado, tirei a cadeira mas no lugar surgiram pedaços do pelo da Belinha, ou seja, ficou pior. Mas usei esse artifício nesta foto e ficou muito bom! Não sei porquê não deu certo na outra, talvez seja porque a outra tinha mais detalhes.

Foto editada com o aplicativo Fhotoroom.

Bom gente, esse foi meu primeiro post sobre fotografia e espero que tenham gostado! Torçam os dedinhos para que eu consiga comprar uma câmera profissional logo, assim os posts dessa categoria poderão ser cada vez melhores!

Ensaio Fotográfico Vintage em Lavanderia
Roupas de Harry Potter| Blusa Vintage Edwiges e Vestido estampado com Patronos!
And Roll Store no Ensaio Fotográfico da Bela e a Fera – Fotos em Biblioteca!
Página 28 de 30
«1 ...24252627282930››